Analisando o advogado de Suzane

Você já notou que existe algo diferente no advogado de Suzane Von Richthofen, Mauro Otávio Nacif? Pois você não foi o único! Hoje, no programa “Hoje em Dia” da Record, podemos notar isso. E muito diferente de que todos pensam, isso não é excentricidade e sim uma tática de adovogados. Você para de prestar a atenção no caso para reparar no advogado. Vamos ver alguns pontos disso:

Ele constantemente faz “brincadeiras” com os apresentadores do programa que ele está dando entrevista e faz perguntas nulas como “Você é mais bonita do que a Ana (Rickman)?”.

Toda vez que ele dá uma entrevista, diz que o áudio está alto demais ou baixo demais, assim ele acalma os ânimos e vai gastando o tempo da entrevista, que é curto.

Ele usa capas iguais ao do Superman, assim ficamos destraídos olhando para a roupa dele.

Fala pausadamente para gastar o tempo da entrevista e fala com redundância (repete a mesma informação diversas vezes).

Interrompe os jornalistas na hora que eles fazem as perguntas, assim interrompedo o raciocínio do entrevistador.

Coloca toda a culpa nos irmãos Cravinhos, o que seria normal se Suzane não fosse ré confessa.

Faz mistérios, como “Eu vou soltar um argumento-bomba faltando 7 minutos para o final”.

Por tanto, não deixe que esses argumentos lhe distraiam e vote na Enquete Internacional:

“Você acha que Suzane tem culpa na morte dos pais dela?”

A – Sim
B – Não
C – Um pouco
D – Não sei