Com mais de 51 mi de votos, Lula é reeleito presidente do Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 61, foi reeleito neste domingo, com 60,45% dos votos válidos, escolhido por mais de 51 milhões de eleitores. Isso é o que mostrava o resultado da apuração parcial divulgada às 19h20, quando 87,69% das urnas já haviam sido apuradas.

Lula venceu no segundo turno o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), 54, que recebeu mais de 33 milhões de votos (39,55%).

A vitória do petista confirma as pesquisas de intenção de voto. Durante toda a eleição, desde o primeiro turno, Lula aparecia em primeiro lugar. Pesquisa Datafolha, divulgada ontem, apontava a vitória de Lula com 61% dos votos válidos.

Ex-torneiro mecânico e primeiro líder de um partido de esquerda eleito presidente, Lula consegue igualar a façanha de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Em 1998, o tucano chegou ao segundo mandato consecutivo –foi o primeiro presidente a se beneficiar da reeleição no Brasil.

Houve uma diferença, porém. Ao contrário de Lula, FHC conseguiu a reeleição já primeiro turno, com 53,06% dos votos válidos –escolhido por quase 36 milhões de eleitores.

Nestas eleições, além dos adversários, Lula teve que enfrentar uma verdadeira avalanche de crises políticas e de escândalos envolvendo o Congresso Nacional, membros de seu governo e dirigentes de seu partido, o PT. A mais recente crise estourou durante a campanha eleitoral e causou revolta na oposição: a tentativa de compra de um dossiê antitucano.

O episódio continua sendo investigado pela Polícia Federal e pela Justiça. Existe no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), inclusive, um processo de impugnação da candidatura do petista, que pode acontecer mesmo após a votação, caso as investigações comprovem crime eleitoral.

A aprovação e a popularidade de Lula, entretanto, não estavam ligadas ao sistema político, como mostrou a eleição. A atuação do governo petista na área social foi fundamental para a reeleição.

Assim, o discurso da continuidade de um “governo para os mais necessitados” foi a grande bandeira da campanha. Programas como o Bolsa Família, o Prouni e o Luz para Todos foram exaustivamente aclamados no palanque petista.

Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada em setembro mostrou que a pobreza no país diminuiu 19% na gestão Lula. Com base em dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), o levantamento mostra que a pobreza, que atingia 28,2% dos brasileiros em 2003, passou a englobar 22,77% em 2005 –ou 42,570 milhões de pessoas. Esse é o menor patamar desde que a pesquisa começou a ser feita, em 1992.

Lula detém o recorde de avaliação positiva de um presidente da República. Segundo pesquisa Datafolha, divulgada no dia 25/10, 53% da população classifica como boa ou ótima a gestão de Lula. Outros 31% consideram o governo petista regular. A taxa dos que acham a atuação do presidente ruim ou péssima é de 15%.

Segundo turno

Segundo o Datafolha, o início do segundo turno indicava uma disputa apertada –no dia 6/10, o petista tinha 50%, contra 43% do tucano. No entanto, nas pesquisas seguintes, Lula só aumentou sua vantagem.

Em 10/10, Lula registrava 51%, enquanto Alckmin aparecia com 40%. Uma semana depois, a diferença subiu para 19 pontos percentuais: 57% a 38%. Em 24/10, a vantagem do petista subiu para 21 pontos: 58% a 37%.

Durante o primeiro turno, Lula vinha em ascendência, dando a entender que venceria sem necessidade de disputar o segundo turno, mas caiu nas últimas duas semanas da campanha. Especialistas apontaram o escândalo do dossiê e a ausência nos debates como as principais causas para a prolongação do pleito.

No final de junho (29/06), Lula tinha 46% das intenções de voto. Dois meses depois (29/08), seu índice chegou a 50%. Na véspera do pleito, em 30/09, Lula voltou ao patamar dos 46%.

Abertas as urnas do primeiro turno, Lula obteve 48,61% dos votos válidos (que excluem brancos e nulos), contra 41,64% de Alckmin. Para eliminar a necessidade de disputar o segundo turno, Lula precisaria obter mais de 50%.

Fonte: Folha Online

Anúncios

2 comentários sobre “Com mais de 51 mi de votos, Lula é reeleito presidente do Brasil

  1. Luan

    “Consumatum est. Mais quatro anos de mentiras, roubalheiras, falta de crescimento,viagens no Aerolula, etc, etc, etc. Merecemos. Também a alternativa era péssima.” Estas foram as palavras do meu pai,quando soube da vitória de Lula. Espero que ele esteja errado!

    Um abraço

    Marco Aurélio

  2. Marco, meu pai disse a mesma coisa, só tirando a péssima alternativa. Aprendi com ele a ser partidário do Lula, mas quando ele se mostrou pior do que os outros, ficamos com ódio.

    Sinceramente, eu preferiria um chuchu na presidência do que um traidor lá.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s