Editorial: Brasil Telecom e a falta de informação

Desde ontem de madrugada, os usuários da Brasil Telecom não estão tendo acesso ao YouTube. No dia anterior, saiu uma nota na imprensa dizendo que o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tinha concedido uma liminar a favor de Cicarelli para que o YouTube saísse do ar no Brasil usando um filtro que impedisse o acesso ao site, semelhante o que a China faz com diversos sites. Mal saiu a nota na imprensa e a Brasil Telecom já impediu que seus usuários de banda larga acessasse o site. Hoje, saiu mais uma nota da imprensa, dizendo que foi um erro de comunicação da imprensa com sua fonte, o advogado de Daniela Cicarelli. O TJ-SP disse oficialmente que a liminar foi só para impedir que os usuários acessassem o vídeo da modelo fazendo sexo numa praia na Espanha. Desde essa última nota, a Brasil Telecom continua bloqueando o acesso ao site de vídeos.

A Brasil Telecom é a operadora que mais cobre o Brasil, sendo responsável por toda região Sul, Centro-Oeste e Norte. Todos os usuários de seus três provedores (Ibest, IG e BrTurbo) e assinantes da Brasil Telecom ADSL foram impedidos de acessar o YouTube. O que a BrTelecom está fazendo é posando de boa e obedecendo uma liminar inexistente e causando a ira de todos os seus assinantes. O que choca ainda mais é que as atendentes do SAC dizem coisas diferentes. Uma diz que é por ordem judicial e a outra que é por vários acessos ao site.

A “barriga” (termo no jornalismo que quer dizer um erro de notícia) foi lançada numa sexta-feira, e seu esclarecimento num sábado. Será que os assinantes dos serviços da Brasil Telecom vão ficar até segunda-feira sem acessar o YouTube pela forma convencional só porque não tem ninguém na central de ADSL? Será que a tele que mais abrange o país não tem uma alma viva lá em Brasília (sede da Brasil Telecom) que possa desbloquear o YouTube? Afinal, isso só leva, no máximo, dois minutos.

Enquanto isso, vamos torcer para que a Telemar e a Telefônica não obedeçam essa falsa liminar e deixe que nós, meros internautas, acessarmos vídeos úteis no YouTube, afinal, nem todos nós somos pervertidos que só queremos ver coisa indecente.

“Conjele” a imagem da VocêTV

Recentemente a VocêTV, operadora de TV por Assinatura via Satélite da Telefônica em parceria com a DTHi lançou um novo equipamento, com novas funcionalidades e sem a proteção Macrovision, que impedia que gravassem qualquer canal. O novo equipamento é um pouco mais lento e não tem como mudar legendas e áudio e diversos canais estão em espanhol.

O equipamento, fabricado pela Echostar (que fabrica para a Directv Americana), trás um erro um tanto peculiar: esse receptor tem a capacidade de “congelar” a imagem, caso você queira ficar “admirando” o que passa, porém, o que achama a atenção é a forma que está escrito no controle remoto: “Conjelar”, com “j’ ao invés de “g”.

detalhes3.JPG

Brasil Telecom bloqueia acesso ao YouTube

Mesmo depois do Trbunal de Justiça de São Paulo ter explicado que não passou de um mal entendido, a Brasil Telecom (empresa de telefonia que opera no Sul, Norte e Centro-Oeste) e seus provedores (IG, BrTurbo e Ibest) e seu serviço de banda larga ADSL estão bloqueando o acesso de seus clientes ao site de vídeos YouTube. Segundo o Serviço de Atendimento ao Cliente, a Brasil Telecom está obedecendo a uma ordem judicial. Os demais provedores e serviços de banda larga tem acesso normal ao YouTube.

Caso você esteja sendo impedido de acessar o YouTube, use um proxy. Clique aqui e acesse um proxy muito eficiênte. Para acessar, digite o endereço do site no lugar do endereço “http://www.privax.us/ip-test/”