Big Brother Brasil: Reality-Novela

Desde de Janeiro de 2002 a Rede Globo instaurou o costume do país parar por três meses para ver o que fazem 16 pessoas desconhecidas dentro de uma casa vigiada 24 horas por dia. Começava o costume do Big Brother Brasil. Na verdade, o costume começou em 2001 no SBT, em que por três meses o Brasil parava para ver os costumes dos “famosos” que aceitavam participar o reality show, chamada de “Casa dos Artistas”.

A Rede Globo era dona do formato do Big Brother desde 2000 e não iria produzir tão cedo, porém após ter visto o sucesso do programa semelhante em sua concorrente. O que mais chamou a atenção dos diretores da Globo foi o resultado da audiência do SBT: Triplicou e começou a dar 40 de Ibope, ultrapassando o Fantástico enquanto os programas concorriam. Os executivos da Globo começavam a pensar em uma forma de frear o crescimento do SBT: processo e produzir a versão oficial. O processo a Globo perdeu, porém o SBT mudou o formato da Casa para inovar e não fez tanto sucesso da primeira edição. Mas o Big Brother, seja como for, dá mais de 40.

A audiência do Big Brother é sempre a mesma: donas de casa e o público que necessita de um entretenimento leve depois de chegar do trabalho. O mesmo público que assiste as novelas assistem o BBB porque o mesmo teor contido na novela está no BBB. Em toda edição há o casal que vai para o paredão por causa da indicação dos vilões, que sempre são a maioria. Quando um fica, diz que vai se vingar e começa a eliminar um por um e ganha o prêmio máximo de R$1 milhão e os vilões ficam sem nada. Quem vê o Pay-Per-View (uma seleta parcela da audiência do programa) reclama da edição da Rede Globo, que raramente reflete a realidade.

Na economia e na política o Big Brother não muda nada: continua havendo a inflação que vem crescendo e deputados mensaleiros assumidos e absolvidos que recebem aposentadorias enormes. Pergunte ao público que assiste o Big Brother se eles se lembram quem é Duda Mendonça, Marcos Valério, Daniel Dantas ou então complicando mais: quem é PC Farias, Ana Accioly, Francisco Eriberto e qual foi a gota d’água que fez Collor ser impugnado. Certamente você irá receber respostas como “não lembro”, “não sei”, “não me vem na cabeça”. Se você recebeu essas respostas, não ouse em perguntar sobre o mau-humor que está na economia mundial nos últimos dias… Se você quer obter respostas, pergunte que Alberto xingou o Alemão da última vez, como Bruna terminou com Alberto e outras coisas relacionadas a esta edição do BBB.

A fraude no Big Brother é explícita: participante assume que não mandou fita, manipulação do veto, prova do líder que é corrigida só porque o público fez pressão, participantes que conhecem apresentadores e diretores da Globo e da visível edição na versão aberta do programa.

Não é só na audiência que a Rede Globo leva vantagem. Os lucros da Globo sobre o BBB sempre são grandes valores:

As operadoras Net e Sky já venderam 108 mil pacotes de pay-per-view do BBB. O pacote sai por R$69,90. Multiplicado por 108 mil dá R$7.549.200,00 (Sete milhões, Quinhentos e Quarenta e Nove Mil e Duzentos Reais). Numa divisão igualitária entre as três empresas, dá-se o total de R$2.516.400,00 (Dois milhões, Quinhentos e Dezesseis mil e Quatrocentos Reais). Há de vista que a Globo é acionista da Net/Sky.

Com ligações para o “paredão”, a Rede Globo leva uma boa fortuna. São cerca de 40 milhões de votos em um único paredão. Ligações locais são R$0,15/minuto e a ligação leva cerca de um minuto para computar o voto. Em um único paredão é arrecadado R$6 milhões. Considerando um plano “meio-a-meio”, são R$3 milhões para a Globo.

São 16 semanas, logo 16 paredões. Numa edição, a Globo fatura R$48 milhões só em paredão. Somado aos R$2.516.400,00 do pay-per-view dá R$50.516.400,00 (Cinqüenta milhões, Quinhentos e Dezesseis mil e Quatrocentos Reais) só com pay-per-view e paredão, não estão incluídos as cotas de publicidade, que deve triplicar esse número. Levando em conta que a Globo gasta no máximo R$3 milhões com a produção do programa e o pagamento do prêmio, o lucro líquido da Globo gira em torno de R$47 milhões. Até que a Globo ganha bem por um programa tão sem cultura assim…

Anúncios

18 comentários sobre “Big Brother Brasil: Reality-Novela

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s