Lula diz que salário de R$7 mil é de herói

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o Ministro que receberá um salário de R$7 mil é herói. Lula disse além que o “baixo salário” é um dos revés dos novos ministros.

Pelo visto o “presidente do povo” esqueceu que o salário mínimo é de R$370,00. Uma diferença de R$6630,00 do salário “oficial” do ministro. Lula, pelo visto, nem se lembra da época que era torneiro mecânico, ou melhor, só se lembra quando é para fazer média para o povo. Herói é o trabalhador informal que não recebe nem um salário mínimo e nem tem os seus direitos e ainda tem que pagar suas contas e comprar comida. Herói é aquele aluno da rede pública de ensino que mesmo sem professor, vai pra escola querendo estudar. Herói é aquele jovem que, mesmo vendo a facilidade e a tentação do tráfico, vai para o sofrido e honesto caminho certo. Heroína é aquela mãe que trabalha o dia inteiro e deixa o filho em casa pra colocar comida na mesa.

É, Sr. Presidente, você precisa rever logo o seu conceito de “herói”! (ou vai dizer que a Marta Suplicy é uma heroína?).

Inverno do Norte foi mais quente registrado

O último inverno no hemisfério norte foi o mais quente desde que as temperaturas começaram a ser registradas em 1880, revelou a Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera (Noaa).

O organismo do governo dos Estados Unidos indicou em seu site que, no período de dezembro a fevereiro, as temperaturas foram de 1,3 grau Celsius superiores à média do século 20.

O relatório indicou que um dos fatores que contribuíram para as temperaturas recordes do inverno no hemisfério norte foi o fenômeno El Niño, que ocorre nas águas do oceano Pacífico.

O calor diminuiu em fevereiro, quando as temperaturas oceânicas na região do Pacífico equatorial caíram em mais de 0,5 grau Celsius.

A Nooa também assinalou que, durante o último século, as temperaturas na superfície do planeta aumentaram uma média de 0,06 grau Celsius por década.

No entanto, esse aumento foi três vezes superior a partir de 1976 (0,18 grau Celsius) por década, e os maiores crescimentos foram registrados nas latitudes altas do hemisfério norte.

O relatório se soma à série de estudos que mostram que o planeta está sofrendo um aquecimento como resultado da emissão de gases que agravam o efeito estufa.

Esses gases são produzidos pelas atividades industriais, o uso de combustíveis fósseis (como a gasolina) e outros processos.

Fonte: G1