Sem direito a gratuidade nos ônibus do Rio

Desde a última sexta-feira, dia 23, foi concedida uma liminar a favor das empresas de ônibus da Cidade do Rio de Janeiro, onde retira o direito da gratuidade aos estudantes, idosos e deficientes. A gratuidade aos estudantes foi criada pelo ex-governador Leonel Brizola e logo após estendida aos idosos e deficientes. 1,5 milhão de pessoas são beneficiárias da gratuidade, o que gera um prejuízo de R$ 3 milhões por dia. A assessoria de imprensa da prefeitura não quis comentar sobre o assunto.

Mais um direito usurpado dos cariocas, que perdem um direito que já não era tão cumprido assim. Era uma questão de tempo desse direito ser retirado. No começo, as empresas foram contra essa lei. Brizola então municipalizou todas as empresas de ônibus, criando uma única empresa de ônibus. Moreira Franco, o próximo prefeito, tornou a privatizar as empresas de ônibus. As empresas de ônibus operam por meio de concessão, ou seja, o governo dá o direito delas operarem. Esse governo é a prefeitura e será que o nosso prefeito César Maia (PFL-RJ) irá deixar os estudantes, idosos e deficientes sem a gratuidade? Devemos sim ter esse direito, já que a passagem de ônibus só aumenta.

O lucro a mais das “pobres” empresas de ônibus será o prejuízo da família do aluno. A passagem custa R$ 2,10, R$4,20 no mínimo de ida e volta, dá pra comprar 10 pães e dois litros de leite…

ATUALIZADO: O prefeito César Maia respondeu por e-mail exclusivo para o Blog Internacional que a gratuidade está incluída na tarifa, então não há prejuízo para as empresas.

Anúncios

3 comentários sobre “Sem direito a gratuidade nos ônibus do Rio

  1. É complicado, o Rio de Janeiro na minha opinião é um estado lamentável, com todo respeito aos que moram lá (meu filho mora lá), não só pela conhecida guerra entre bandidos e policiais, mas pelo descaso, pela falta de comprometimento, pelo total abandono, mas sabe o que me deixa realmente triste? Morei no RJ quase 1 ano e nunca vi um carioca realmente incomodado com a situação…
    Voltando a passagem de ônibus, na minha cidade, Santos, arrisco dizer que temos a passagem mais cara do Brasil, se levarmos em consideração as devidas proporções. Pagamos R$ 2,20 (estudantes pagam meia e idosos não pagam) porém a cidade é relativamente pequena, a rodagem é bem menor, ou seja, o preço é absurdo.

    Abraços e parabéns pelo post.

  2. Eu axo chato essa situação agente perde com
    isso.
    Sou deficiente sei como é .
    Imagina eu querendo trabalhar é não poder .
    Tirão os onibus grande tudo bem, passaram
    para os micro e agora so posso entrar
    no que tem porta atras
    isso quando tem vaga ridiculo isso

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s