Tragédia da universidade: Mais de 33 mortos

Trinta e três pessoas foram mortas a tiros nesta segunda-feira (16), incluindo o suspeito de ser o autor dos ataques, em um tiroteio na Universidade Virginia Tech, disse o reitor da instituição, Charles Steger. Em coletiva de imprensa, ele afirmou que 15 pessoas ficaram feridas e que o atirador ainda não havia sido identificado.

O ataque foi o pior em um campus na história dos Estados Unidos.

O chefe de polícia do campus afirmou que policiais viram disparos em uma área do campus na manhã desta segunda-feira como um incidente isolado e, por isso, a escola não foi fechada. Mais tarde, houve mais disparos.
Ele acrescentou ainda que o atirador se matou.

—————————————-

‘Eu estava no prédio ao lado. Foi desesperador’, afirma brasileira

A estudante brasileira Deise Galan, de 19 anos, contou que estava em um prédio ao lado do que foi atacado pelo atirador da Universidade Técnica de Virginia, na cidade de Blacksburg, nos Estados Unidos.

“Saí da aula e vi muita gente correndo, a gente não sabia o que fazer. Foi um tumulto”, contou a paulistana para o G1, por telefone.

“Daí encontrei com um amigo meu que disse que tinha visto duas pessoas pulando do segundo andar do prédio e que estava cheio de carros da polícia, havia muitos homens armados e sirenes. Fiquei nervosa e saí pelo outro lado. Peguei o primeiro ônibus que vi e fui para casa”, afirmou.

Deise, que vai cursar o terceiro ano de biologia na universidade, disse que, durante a aula, ouviu “boatos” de que estava havendo algo de errado na universidade. Mas a confirmação só ocorreu mesmo nos corredores.

Ao chegar em sua casa na cidade, que fica fora do campus da universidade, ela diz que não quis ligar ligar para os pais, em São Paulo, “para não deixá-los nervosos”.

“Mas minha mãe ligou. Ela viu o noticiário na televisão e ficou bem preocupada”, disse.

“O que sei agora é que não aconteceu nada com meus principais amigos, mas ninguém fala em nomes. Não sei se entre as vítimas tem algum professor meu”, completou.

—————————-

A rede de notícias americana ABC News abriu seu sinal para todo o mundo. Clique aqui e veja no Windows Media Player.

Anúncios

4 comentários sobre “Tragédia da universidade: Mais de 33 mortos

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s