Incerteza na educação carioca – Mais da 946

Mais um capítulo na novela da educação do Reino de Avelin. Se você perdeu os últimos capítulos, tentaremos atualizá-lo desse drama mexicano que nós, alunos da rede pública, estamos sofrendo: Na noite do dia 04 de junho, a secretária de educação Sônia Mograbi escreveu uma nova resolução que dava ao conceito “R” (Regular) o poder de reprovar ou não o aluno. Outros pontos da Resolução 946, como o Conceito Global, não foram excluídos.

Na manhã do dia seguinte, dia 05 de junho, ocorreu um protesto em frente à Alerj, a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro. Depois de uma longa espera, na noite do mesmo dia houve a votação decidindo se a 946 caía ou não. Caiu.

Dias após, a Prefeitura do Rio decidiu recorrer da decisão. Ou seja, eles querem que a 946 volte. O Sepe também recorre contra a Prefeitura. Foi decido que até o julgamento, a antiga lei de reprovação entraria novamente em vigor. Apesar da lei da reprovação ser do antigo métod, as “séries”, o “Ciclo” continua funcionando. Temos uma lei para uma coisa que não temos mais e nenhuma lei para o que temos.

É incrível ver que a capital do estado que tem a segunda maior economia do país tenha uma educação totalmente sucateada e bagunçada. Mais uma vez, como sempre fizeram, nós, alunos e professores, estamos fazendo papel de otário, de palhaço, de bobo e de tolos. Nunca na história deste país fomos tão humilhados por esse projeto de Prefeitura.

Anúncios

2 comentários sobre “Incerteza na educação carioca – Mais da 946

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s