Análise: Estréia da Record News

Ontem, às 20h, entrou no ar através da antiga Rede Mulher o canal Record News, intitulado o primeiro canal de notícias da TV aberta. A estréia contou com a presença do presidente Lula, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o presidente da Câmara de Deputados, Arlindo Chinaglia e o proprietário da Rede Record e líder da Igreja Universal, Bispo Edir Macedo. No Ibope, a estréia da Record News marcou 2,4 pontos, um bom resultado, já que no mesmo horário a antiga Rede Mulher marcava 0,2 pontos. Cada ponto representa 55 mil domicílios da Grande São Paulo. O ponto alto da estréia foi uma entrevista gravada com o presidente do Senado, Renan Calheiros. Apesar disso, a Record News não noticiou a queda de um prédio em que funcionava uma igreja e uma casa em Marechal Hermes, no subúrbio do Rio, a notícia da noite.

O projeto do canal foi anunciado em 2005. Diretores da Record visitaram os estúdios da BBC em Londres e da CNN em Atlanta. Muito alarde foi feito na semana anterior a estréia. Nos jornais locais da Record Rio, foi amplamente divulgado que no Rio o canal poderia ser sintonizado no canal 52 em UHF, o que não se concretizou. Até o momento deste post, a Record News ainda não entrou no ar na cidade, já que desde o ano passado, o canal 52 está fora do ar. Segundo participantes da comunidade “Record News” no Orkut, em outras regiões do país também não tem sinal da emissora. É o caso das regiões de Sergipe, Campinas, Paraná, Criciúma, entre outras.

A Record News promete ser um ótimo e inovador canal de notícias, se, ao menos, cumprir o que prometeu: estrear!