Crítica: Amas de Casa Desesperadas Brasil

Desde agosto está no ar pela RedeTV! a superprodução Donas de Casa Desesperadas, remake do grande sucesso da TV americana Desperete Housewives, em co-produção com a ABC International Television, divisão de produção da rede americana ABC, que pertence à Disney, e a produtora argentina Pol-ka. A RedeTV! e a ABC desembolsaram US$ 5 milhões, por conta da série ser toda gravada em HDTV.

A série marca a primeira grande tentativa da RedeTV! a entrar de vez na teledramaturgia brasileira, embora tenha feito produções de baixíssimo orçamento anteriormente, como “Vila Maluca” e “Mano a Mano”. Com nomes de peso, como Sônia Braga, Lucélia Santos, Isadora Ribeiro e Iran Malfitano, a série até envolve e prende o telespectador, para que a cada semana ele esteja ali, vendo o que irá acontecer.

Apesar de não ter nenhuma grande referência ao Brasil (apenas detalhes, como o carro da polícia, dólares viram reais, empregadas vem do Ceará e camisas de times de futebol) por ser feita nos padrões americanos, o grande problema da série está no elenco de apoio não ser brasileiro, ou seja, os filhos da donas de casa, todas as pontas de elenco, delegados, alguns vizinhos, mãe de protagonistas, são todos argentinos. Algumas cenas, como de uma festa que foi ao ar no capítulo da última quarta-feira (25/11), não tinham protagonistas na cena, por tanto ela era toda dublada em português, parecendo que, na verdade, o que está no ar é a versão argentina dublada em português.

A RedeTV! tem até bom desempenho com essa produção, como primeira grande produção está até de parabens pelo bom desempenho e esforço na produção da série, um passo para a melhora na qualidade da programação, mas se quiser entrar mesmo na briga pela audiência, ou chegar aos pés da antecessora, a saudosa Rede Manchete, tem que crescer muito.

Vamos ver se em produções futuras, a RedeTV! produza séries verdadeiramente brasileiras, e não “meio calabresa, meio muçarela“.

Anúncios

Um comentário sobre “Crítica: Amas de Casa Desesperadas Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s