O fim próvisório do imposto provisório

Ontem, na calada da noite, a renovação da CPMF, a Contribuição (dita) Provisória sobre Movimentação Financeira, foi barrada no Senado. Muita confusão. Bate-boca, discussões, brigas, acusações. A CPMF rendia 40 bilhões de reais ao Governo. Agora o Ministério da Saúde colocará a culpa no Senado da falência do SUS. A CPMF existe faz mais de 10 anos e a saúde pública só piora.

Os líderes da oposição já aceitam negociar a criação de uma nova CPMF. Dessa vez, permanente. O senador Heráclito Fortes (DEM-PI) disse que apesar da postura contrária do DEM à CPMF, o partido aceitar negociar o seu retorno –se o governo firmar o compromisso de mudar a sua estrutura. “No formato atual, o próprio presidente Lula não aceita o retorno [da CPMF]. Agora, pode, se colocar um botox e tirar umas gordurinhas”, ironizou o democrata.

O senador não considera, porém, que a rediscussão da CPMF seja um “recuo” da oposição –especialmente da bancada do DEM, que desde fevereiro firmou posição contrária à matéria.
“Não é um recuo, vamos manter a nossa bandeira de luta. O mal do governo foi não querer uma relação institucional e partir para o ataque contra a oposição.”

Todos nós sabemos que a CPMF foi criada para a saúde e o uso das verbas do imposto com a saúde não chegam a 1%. Se o dinheiro tivesse seu destino correto, não teríamos o caos da saúde que temos hoje. A pergunta que todos fazemos é: “Onde está o dinheiro?”. A resposta, todos nós sabemos: em contas no exterior, na Suíça e nas Ilhas Caymann. Enquanto achávamos que haviam senadores que defendiam os interesses da população, caímos na realidade. Todos defendem só um interesse, o de si mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s