Análise: Louca Família, o ‘Sai de Baixo’ da Record

Ontem na Rede Record, foi ao ar o especial “Louca Família”, estrelado por Karina Bacchi, Denise Del Vecchio, André Mattos, Tom Cavalcante, e outros artistas da Record. O formato, o mesmo das maiorias das sitcons nacionais: uma família bagunçada, uma empregada folgada, e um personagem trambiqueiro. Formato usado desde a série “Família Trapo”, da Rede Record, foi usada no “Bronco”, da Band e no “Sai de Baixo”, da Rede Globo, e foi usado como base na sitcom de sucesso da Globo, “Toma Lá Dá Cá”.

Porém, todo o contexto usado pelo “Sai de Baixo”, programa que marcou época nas noites de domingo da Rede Globo, foi copiado pelo “Louca Família”. Até o personagem Ribamar estava presente, só que com outra profissão e outro nome, porém com o mesmo estilo de roupa do Ribamar e apelidando suas partes íntimas. Na original era “Riba Júnior” e na nova versão, “Tola Júnior”.

A cópia é inegável. Tanto que o próprio Tom Cavalcante assumiu a ‘inspiração’ em entrevista ao jornal carioca “O Dia”. O texto, que foi reescrito por Tom Cavalcante, nem chega perto ao de Miguel Falabella no “Sai de Baixo”. O programa até tenta ser engraçado, com muita piada de duplo-sentido e comédia pastelão, mas o principal em uma sitcom, a piada textual, não comparece em “Louca Família”.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s