Seu blogueiro está doente

Garganta inflamada, dor de cabeça, nariz entupido e febre. Sim, o seu blogueiro está com os sintomas da gripe desde a noite da última terça-feira. Mas, calma, seu blogueiro já foi medicado, e já está melhor. Santa Dipirona Sódica…

Anúncios

Microsoft lança detector de falso Windows Vista

Segundo o site WinTech, a Microsoft lançará um anti-crack do Windows Vista. A atualização será feita via Windows Update, e será identificada como KB940510. Uma vez instalado no sistema, ele irá buscar um crack de ativação. Caso não seja encontrado, o programa automaticamente se desinstalará, mas caso seja encontrado um crack, o programa apresentará um site para desfazê-lo. Depois o usuário será “aconselhado” a apresentar um registro válido.

Quem sabe, quando o Windows deixar de custar quase Mil Reais e de ser um produto de constantes erros e riscos à segurança, não seja alvo de tanta pirataria assim. Ainda mais o Windows Vista, que custa R$989 só porque tem “maquiagem de travesti”, segundo a Desciclopédia.

Vencedores do Oscar 2008

“Onde os fracos não têm vez”, “Juno”, “Sangue negro”, “Conduta de risco” e “Desejo e reparação” disputaram a estatueta de melhor filme, a mais cobiçada da cerimônia, que este ano tem apresentação de Jon Stewart.

Confira abaixo os ganhadores divulgados até o momento e atualize esta página para obter os últimos resultados.

Melhor filme

“Onde os fracos não têm vez” é o grande vencedor da noite.

Melhor diretor

Ethan e Joel Coen, de “Onde os fracos não têm vez”, venceram a estatueta, entregue pelo veterano Martin Scorsese, que ganhou no ano passado.

Melhor ator

O favorito Daniel Day-Lewis, protagonista de “Sangue negro”, saiu vitorioso.

Melhor roteiro original

A escritora Diablo Cody, da comédia adolescente “Juno”, recebeu o prêmio, entregue por Harrison Ford.

Melhor documentário

“Taxi to the dark side”, de Alex Gibney e Eva Orner, recebeu a estatueta das mãos de Tom Hanks.

Melhor documentário em curta-metragem

A produção americana “Freeheld” saiu vencedora.

Melhor trilha sonora original

Dario Marianeli ganhou por seu trabalho em “Desejo e reparação”.

Melhor fotografia

O filme “Sangue negro” levou o primeiro prêmio esta noite.

Melhor canção original

Saiu vencedora “Falling Slowly”, de Glen Hansard e Marketa Irglova, do filme independente “Once”.

Melhor filme estrangeiro

A produção austríaca “The counterfeiters”, de Stefan Ruzowitzky, levou o prêmio.

Melhor edição

“O ultimato Bourne” ganhou a estatueta.

Melhor atriz

A francesa Marion Cotillard venceu o Oscar por “Piaf – um hino ao amor”.

Melhor mixagem de som

“O ultimato Bourne” levou o prêmio.

Melhor edição de som

O longa-metragem “O ultimato Bourne” ganhou na categoria.

Melhor roteiro adaptado

“Onde os fracos não têm vez”, dos irmãos Coen, venceu a estatueta.

Melhor atriz coadjuvante

A britânica Tilda Swinton venceu na categoria por sua participação em “Conduta de risco”.

Melhor curta de animação

“Peter and the wolf” levou a estatueta da categoria.

Melhor curta-metragem

A produção francesa “Le Mozart des pickpockets” levou o prêmio, entregue pelo ator Owen Wilson.

Melhor ator coadjuvante

O favorito Javier Bardem ganhou o prêmio por sua participação em “Onde os fracos não têm vez “. A estatueta foi entregue por Jennifer Hudson, vencedora no ano passado.

Melhor direção de arte

Os italianos Dante Ferretti e Francesca Lo Schiavo venceram a estatueta por seu trabalho em “Sweeney Todd – O barbeiro demoníaco da Rua Fleet”, de Tim Burton. Cate Blanchett apresentou os ganhadores.

Melhores efeitos especiais

O filme “A bússola de ouro” venceu a disputa e levou o prêmio, entregue por The Rock.

Melhor maquiagem

O longa-metragem “Piaf – Um hino ao amor” venceu a estatueta, entregue pela atriz Katherine Heigl.

Melhor animação

“Ratatouille”, de Brad Bird, levou o prêmio, apresentado pela dupla Steve Carell e Anne Hathaway.

Melhor figurino

“Elizabeth – A era de ouro” recebeu a estatueta, entregue pela atriz Jennifer Garner.

Flamengo é campeão da Taça Guanabara

O Flamengo acaba de ser campeão da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, contra seu ‘freguês’ Botafogo. De virada. Aos 28 minutos, Wellington Paulista marca para o Botafogo. Aos 17 minutos do segundo tempo, Íbson marca de pênalti para o Flamengo e aos 46, na prorrogação, Diego Tardelli, que estava na reserva, marca o segundo para o Flamengo. Resultado final: 2 x 1 e o rubro-negro está na final do Campeonato Carioca.

Na metade do jogo, uma discussão entre o Souza (Flamengo) com o goleiro Castillo (Botafogo) fez com que o jogador fosse expulso, e também sobrou pro lateral Zé Carlos, do Botafogo, que tentava separar a briga, que foi expulso também.

Quarta o Flamengo também venceu de virada contra o Vasco, também de 2 x 1.

Hoje tem Oscar 2008

Hoje a noite tem a maior premiação do cinema mundial, o Oscar 2008. Infelizmente, o filme “O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias” não recebeu nenhuma indicação, justamente no ano de lançamento de um dos melhores filmes brasileiros, “Tropa de Elite”, vencedor do Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlin. Vamos aos indicados ao Oscar:

Melhor ator

George Clooney (“Conduta de Risco”)
Daniel Day Lewis (“Sangue Negro”)
Tommy Lee Jones (“No Vale das Sombras”)
Viggo Mortensen (“Senhores do Crime”)
Johnny Depp (“Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet”)

Melhor ator coadjuvante

Casey Affleck (“O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford”)
Javier Bardem (“Onde os Fracos Não Têm Vez”)
Philip Seymour Hoffman (“Jogos do Poder”)
Hal Holbrook (“Na Natureza Selvagem”)
Tom Wilkinson (“Conduta de Risco”)

Melhor atriz

Cate Blanchet ( “Elizabeth: A Era de Ouro”)
Julie Christie (“Longe Dela”)
Marion Cotillard (“Piaf – Um Hino ao Amor”)
Laura Linney (“The Savages”)
Ellen Page (“Juno”)

Melhor atriz coadjuvante

Cate Blanchett (“Não Estou Lá”)
Ruby Dee (“O Gângster”)
Saoirse Ronan (“Desejo e Reparação”)
Amy Ryan (“Gone Baby Gone”)
Tilda Swinton (“Conduta de Risco”)

Melhor filme

“Conduta de Risco”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”‘
“Sangue Negro”
“Desejo e Reparação”
“Juno”

Melhor filme de animação

“Ratatouille” (Brad Bird)
“Tá Dando Onda” (Ash Brannon and Chris Buck)
“Persépolis” (Marjane Satrapi and Vincent Paronnaud)

Melhor diretor

Tony Gilroy (“Conduta de Risco”)
Jason Reitman (“Juno”)
Julian Schnabel (“O Escafandro e a Borboleta”)
Paul Thomas Anderson (“Sangue Negro”)
Ethan e Joel Coen (“Onde os Fracos Não Têm Vez)

Melhor direção de arte

“O Gângster”
“Desejo e Reparação”
“A Bússola de Ouro”
“Sweeney Todd – o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet”
“Sangue Negro”

Melhor fotografia

“O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford”
“Desejo e Reparação”
“O Escafandro e a Borboleta”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Sangue Negro”

Melhor figurino

“Across the Universe”
“Desejo e Reparação”
“Elizabeth: A Era de Ouro”
“Piaf – um hino ao amor”
“Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet”

Melhor documentário

“No End in Sight”
“Operation Homecoming: Writing the Wartime Experience”
“Sicko”
“Taxi to the Dark Side”
“War/dance”

Melhor documentário de curta-metragem

“Freeheld”
“La Corona”
“Salim Baba”
“Sari’s Mother”

Melhor edição

“O Ultimato Bourne”
“O Escafandro e a Borboleta”
“Na Natureza Selvagem”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Sangue Negro”

Melhor filme estrangeiro

“The Counterfeiters” (Stefan Ruzowitzky – Áustria)
“Beaufort” (Joseph Cedar – Israel)
“Katyn” (Andrzej Wajda – Polônia)
“12” (Nikita Mikhalkov – Rússia)
“Mongol” (Sergei Bodrov – Cazaquistão)

Melhor maquiagem

“Piaf – Um Hino ao Amor”
“Norbit”
“Piratas do Caribe – No Fim do Mundo”

Melhor trilha sonora original

“Desejo e Reparação” (Dario Marianeli)
“O Caçador de Pipas” (Alberto Iglesias)
“Conduta de Risco” (James Newton Howard)
“Ratatouille” (Michael Giacchino)
“3:10 to Yuma” (Marco Beltrami)

Melhor canção original

“Falling Slowly” (Glen Hansard e Marketa Irglova – “Once”)
“Happy Working Song” (Alen Menken e Stephen Schwartz – “Encantada”)
“Raise It Up” (Autor a ser determinado – “August Rush”)
“So Close” (Alan Menken e Stephen Schwartz – “Encantada”)
“That’s How You Know” (Alan Menken e Stephen Schwartz – “Encantada”)

Melhor curta-metragem

“At Night”
“Il Supplente”
“Le Mozart des Pickpockets”
“Tanghi Argentini”
“The Tonto Woman”

Melhor animação de curta-metragem

“I Met the Walrus”
“Madame Tutli-Putli”
“Meme Lês Pigeons Vont au Paradis”
“My Love”
“Peter and the Wolf”

Melhor edição de som

“O Ultimato Bourne”
“Ratatouille”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Sangue Negro”
“Transformers”

Melhor mixagem de som

“O Ultimato Bourne”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Ratatouille”
“3:10 to Yuma”
“Transformers”

Melhor efeito especial

“A Bússola de Ouro”
“Piratas do Caribe – No Fim do Mundo”
“Transformers”

Melhor roteiro adaptado

“O Escafandro e a Borboleta”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Desejo e Reparação”
“Longe Dela”
“Sangue Negro”

Melhor roteiro original

“Juno”
“Lars and the Real Girl”
“Conduta de Risco*
“Ratatouille”
“The Savages”

A Renúncia de Fidel – O fim de uma era?

(Por Luan Borges)

Fidel Castro não vai se reeleger, todos sabem. O que todos sabem é que um fato histórico muito importante não só para Cuba, mas para todo o mundo. Idolatrados por uns, odiado por outros, e imortalizado pela história. Fidel Castro comandou Cuba durante longos 49 anos, e muita coisa de boa fez no ilha, como erradicar o analfabetismo, fazer um sistema público de saúde de primeiro mundo e fazer de Cuba uma grande potência esportiva, porém as mãos-de-ferro do ditador fez que sua imagem fosse de um sangüinário ditador, além do fechamento econômico de Cuba e várias crises de abastecimento na ilha.

Fidel foi um ditador que depois de conquistar o poder só fez uma guerra, e mesmo assim para defender seu país contra a invasão yankee, que tentava dominar Cuba, logo no começo de seu governo. O motivo? Cuba antes de Fidel era um ‘bordel’ dos EUA, além de que Fidel recebia apoio da União Soviética, grandes inimigos dos americanos, o que representava um grande prolema para o capitalismo americano, já que enquanto o socialismo se espalhava na Ásia e em parte da Europa, o grande reduto do imperialismo do Tio Sam era (e ainda é) a América Latina, e um país socialista nessa região tinha o risco do sistema se espalhar para outros países, o que felizmente, para os Estados Unidos, não aconteceu.

Apesar de Fidel não ter conseguido espalhar o socialismo no “quintal dos EUA”, o pequeno país próximo a Flórida conseguiu encomodar e muito o gigante norte-americano. Fidel encomodou 9 presidentes americanos, desde John F. Kennedy até George W. Bush e só saiu do poder quando quis, mesmo batendo de frente com o George ‘War’ Bush Pai e Filho, sem jamais recuar.

Com a ajuda de Ernesto Che Guevara, que conheceu em 1954 no México através do irmão de Fidel, Raúl Castro, Fidel tomou o poder de Cuba em 8 de janeiro de 1959.

A pergunta que o mundo se faz atualmente é: o que será de Cuba sem Fidel?

Tropa de Elite leva Urso de Ouro

O filme “Tropa de Elite”, de José Padilha, foi premiado neste sábado (16) no Festival de Berlim com o Urso de Ouro de melhor filme, durante a cerimônia de encerramento da 58ª edição da Berlinale.

“Era um prêmio que eu, sinceramente, não esperava”, afirmou Padilha em entrevista ao canal de televisão 3Sat, logo após receber a estatueta.

O último filme brasileiro a ganhar o Urso de Ouro foi o “Central do Brasil”, de Walter Salles Jr.. A atriz Fernanda Montenegro, protagonista de “Central do Brasil”, ganhou o Urso de Prata na época, pelo papel de Dora. Pelo mesmo papel, a atriz concorreu ao Oscar e ganhou o Globo de Ouro.

O filme Tropa de Elite dividiu a crítica na Alemanha, assim como no Brasil. Alguns críticos chegaram a declarar que o filme era facista. Padillha declarou que os críticos que falaram que o filme era facista foram influenciados pelos críticos brasileiros que não gostaram do filme

No Brasil, Tropa de Elite foi assisto por milhões de pessoas antes mesmo de sua estréia, por causa do vazamento de parte do filme em DVD pirata. Muitos acreditam que esse vazamento foi intencional, para que o filme fosse bem comentado antes de sua estréia. Mesmo por causa do vazamento, Tropa de Elite registrou uma ótima bilheteria.

Apesar do sucesso do filme, o Ministério da Cultura optou por não indicá-lo para concorrer a uma vaga para concorrer ao Oscar. No lugar de Tropa, foi indicado o morno “O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias”, dirigido por Cao Hamburger não ficou entre um dos 5 pré-selecionados para concorrer ao prêmio. Muitos questionam essa decisão do Ministério da Cultura, já que Tropa de Elite é um filme de muita repercussão em todo o mundo.