Aqui Agora marcas só 5 pontos na prévia

O “Aqui Agora”, telejornal estreado no SBT hoje, marcou apenas 5 pontos na prévia do Ibope, segundo a Jovem Pan, e ficou em terceiro lugar no Ibope, empatado com a Band. A Rede Record, que apresentava o “SP Record”, marcou 8, e a Globo, que apresentava a novela “Desejo Proibido”, marcou 24 pontos.

Em entrevista a Folha de São Paulo na edição que foi para as bancas hoje, o diretor do jornalístic, Albino Castro, esperava que o programa mantesse a audiência das séries, que era de 5 pontos. Momentâneamente, atingiu os objetivos, porém a prévia do Ibope sempre sofre alterações depois que vai para o consolidado. A margem de erro da medição prévia para a medição consolidada é de 2 pontos para mais ou para menos.

A Arrancada da Modéstia do SBT

(Por Luan Borges)

Há um ano atrás, o SBT começou sua Arrancada da Vitória. A volta do Programa Silvio Santos, duas novelas mexicanas, uma nacional, novo formato no SBT Brasil e a “Faixa Especial dàs 20h”. Não deu certo. A Record ia crescendo mais e mais não só no horário nobre, mas também no resto do dia. Se o objetivo era recuperar a vice, durante alguns dias o SBT chegou a perder para a Band no horário nobre.

Hoje, o SBT estréia novas atrações: “Aqui Agora” e “O Privilégio de Amar”, com o mesmo objetivo de recuperar a vice-liderança. Ainda este mês, estréia a quarta temporada de “Supernanny” e “High School Musical: A Seleção”. Só que dessa vez, a modéstia rodeia o SBT. Sem provocações, o que se tornou alvo de gozações no ano passado, o SBT só quer uma coisa: reconquistar a vice-liderança. E dessa vez com investimentos, diferente do ano passado. Para o “Aqui Agora”, foram contratados mais de 70 jornalistas, e comprado câmeras de alta-definição para o jornalístico, que nessa versão trás um formato mais parecido com uma revista eletrônica. Já “Supernanny” têm episódios gravados em São Paulo, Minas Gerais e na Bahia. Com “High School Musical: A Seleção”, a disputa entrea emissora de Silvio Santos, a Globo e a Record mostra o empenho da emissora em se recuperar. Até na novela mexicana tem um certo empenho: “O Privilégio de Amar” foi uma das novelas mais caras da Televisa.

E não fica só em março essa “arrancada” do SBT. Em abril, vem a maior superprodução na teledramaturgia da emissora: “Revelação”, escrita pela 1ª Dama do SBT, Íris Abravanel, com o desenvolvimento de Yves Dummont. Mais de R$3 milhões foram gastos na cidade cenográfica do SBT, na Anhangüera. Pela primeira vez, um núcleo inteiro será gravado fora do CDT. A favela da ciade fictícia de Tirânia será gravada em Jundiaí. Mais de 60 nomes foram contratados paraa novela, entre grandes atores, como Sérgio Abreu, Cláudia Mello e Solange Couto, e nomes novos.

É notável o investimento pesado em duas áreas não muito exploradas no SBT: dramaturgia e jornalismo. Silvio Santos quer mesmo de volta a vice-colocação roubada pela Record.