Advogado de Cabrini diz que droga foi plantada

Alberto Zacharias Toron, advogado do jornalista Roberto Cabrini, recém-contratado da Rede Record, disse que a droga encontrada no carro do repórter foi plantada e que ele sofria ameaças da mulher que o acompanhava no momento da prisão.

Cabrini foi detido na noite de ontem, 15, na zona sul de São Paulo, em flagrante, portando cocaína. Segundo assessoria de imprensa da Rede Record, Cabrini estava fazendo uma matéria investigativa sobre tráfico de entorpecentes

Cabrini vinha sofrendo ameaças desta mulher e a polícia foi diretamente para onde estava a droga, segundo o advogado. Ela foi ouvida como testemunha e liberada pela polícia, disse Toron.

Numa carta escrita pelo próprio Cabrini, ele diz: “Estou sendo vítima de uma armação, em virtude de estar investigando assuntos que incomodam a muitas pessoas”. O jornalista ainda afirmou que vai proteger suas fontes. “Apesar de tudo, comunico que sempre protegi e protegerei minhas fontes, afinal, considero o respeito entre fonte e jornalista um dos princípios mais sagrados da minha profissão”, escreveu.

Ainda de acordo com Cabrini, ele investigava um caso antigo, de uma entrevista feita com o líder do PCC. “Jamais parei de investigar e, apesar das inúmeras pressões, sempre tive certeza da autenticidade da entrevista que efetuei em maio de 2006 com o líder da facção, Marcos Camacho”, afirma na carta. O jornalista conta que uma fonte lhe procurou para entregar fitas relacionadas ao caso. “Neste material, o líder confirma a autenticidade da entrevista e fala sobre os fatos que envolveram os ataques de 2006.”

O jornalista disse que havia assistido a 40 segundos dessa gravação e que fontes do PCC disseram que só dariam esclarecimentos sobre o que aconteceu durante os ataques após garantirem que a revelação não prejudicasse vários detentos. Segundo Cabrini, três DVDs seriam entregues a ele no encontro de ontem. “Ao invés de receber fitas, houve, sim, uma abordagem policial.” Ele não explicou de quem era a cocaína que a polícia afirma ter encontrado em seu carro.

Anúncios

2 comentários sobre “Advogado de Cabrini diz que droga foi plantada

  1. Pelo que eu fiquei sabendo a Recopia desponibilizou advogados ao jornalista!!
    Então se ele aceitar muito provalvelmente o ex-band estará solto! Esses advogados da Recopia faz “milagres”!!! Rede Record que o diga!
    Não estou dizendo que ele é culpado, pelo contrario eu tenho certeza que ele é inocente!!!

  2. Carta aos senhores advogados
    Precisamos realizar uma marcha nas ruas de nossas cidades, protestando contra a demora no atendimento de nosso Poder Judiciário. A OAB precisa organizar esse tipo de evento. Não é possível a nossa Justiça, em todos os campos, atender à população com tanto marasmo, vindo a gerar demora da punição de muitos criminosos e na solução de muitos outros problemas jurídicos, de interesse de milhões de pessoas. Temos conhecimento de que fóruns de muitas cidades pelo Brasil afora estão abarrotados de processos, com falta de espaço fisíco, falta de material de trabalho, falta de funcionários e, principalmente, de juízes. Precisamos chamar a atenção de nossos governantes a fim de que atentem para a solução desse grande problema. A Ordem dos Advogados do Brasil ( OAB ) deve chamar o povo e fazer uma manifestação para que nossas autoridades repensem o atendimento do nosso Poder Judiciário.

    Monsueto Araujo de Castro-RG 4.672.512-X
    monsuetodecastro@uol.com.br
    Rua João de Miranda Melo, 544 – bairro Mogi Moderno
    Mogi das Cruzes – São Paulo –
    CEP : 08717-420 – Telefone ( 11 ) 4796-2551

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s