MTV se pronuncia sobre retirada da Sky

No dia 31 de maio, a Sky retirou sem comunicar aos seus assinantes o canal MTV Brasil. O motivo? A MTV queria o dobro do pago pela Sky para transmitir seu sinal e a inclusão da MTV2 na grade de canais da operadora. A Sky simplesmente não aceitou e cortou seu sinal sem aviso prévio aos seus assinantes.

Recentemente a MTV vem exibindo durante seus intervalos um comunicado sobre o ocorrido. Veja:

O que está por trás disso, meu caro leitor, é protecionismo da Globo com seus canais. A MTV é o maior concorrente do Multishow, da Globosat. Ao ver que a MTV queria que seu segundo sinal, a MTV2, fosse transmitida pela Sky, no qual a Globo é acionista, a única solução de não deixar o Multishow enfrentar forte concorrência, foi retirar a MTV e não transmitir a MTV2. Assim o Multishow é livre para não ter concorrente.

Até quando viveremos dominado pelo monopólio Global? Até quando esse país viverá aos mandos e desmandos de uma emissora de TV? Da vontade de uma família que domina os meios de comunicação deste país? De um império das comunicações?

Ah, e não adianta fugir pra NET, já que a Globo é sócia majoritária da operadora. Ou seja, é questão de tempo para a MTV sair do ar lá também.

O que pinta de novo, pinta no rabo do povo!

Ainda no fenômeno “Pantanal”

Pantanal só cresce. Hoje a assessoria de imprensa do SBT divulgou a audiência de ontem: 10,1 de média e 12,3 de pico, o dobro que a emissora registrava a quatro semanas atrás. O segundo capítulo registrou um crescimento de 46% em relação ao primeiro capítulo. E embalado na alta audiência da novela, o “Cine Espetacular” foi líder durante 23 minutos, e ficou na vice-liderança na média: 9 de média e 12 de pico, contra 15 da Globo e 8 da Record.

Ainda na audiência do SBT, ontem o infantil “Bom Dia & Cia” foi líder de audiência durante 42 minutos. Registrou 6 de média e 8 de pico. O “Casos de Família” também liderou, só que durante 5 minutos. Marcou 8 de média e 9 de pico, contra 7 da Record e 11 da Globo. No total, o SBT ficou na liderança durante 70 minutos.

Hoje o SBT está colocando avisos na tela dizendo: “Hoje, quando acabar a novela da Globo, A Favorita, mude de canal e veja Pantanal!”.

Só pra informar.

Pantanal é a Arma Secreta

Pantanal é a “Arma Secreta” do SBT. Estreando no fim da novela “A Favorita”, da Globo – assim que a novela encerrou na Globo o Carlos Nascimento deu Boa Noite no SBT -, “Pantanal” tem a missão de aquecer o horário e entregar bem para a novela “Revelação”, grande aposta da teledramaturgia do SBT para 2008.

A princípio, de fato, Pantanal fez subir a audiência do SBT. Segundo a assessoria de imprensa da emissora, a estréia da novela fez a audiência no horário subir dois pontos (de 5 para 7) em relação as semanas anteriores. Pantanal estreou com 7,2 pontos de média e 8,4 de pico, chegando a ficar a três pontos da vice-liderança em seus minutos finais. A diferença da Record pro SBT também diminuiu ao decorrer da novela. No início da novela, a diferença era de 10 pontos (15 x 5 para a Record), porém nos minutos finais, a diferença era de apenas 3 pontos (11 x 8 para a Record).

Disputa nos tribunais

Apesar da disputa do SBT ser com a Record no horário, na Justiça é com a Globo. Segundo a emissora carioca, ela é a dona do texto e das fitas de “Pantanal”, que adiquiriu junto ao autor Benedito Ruy Barbosa, hoje funcionário da emissora. Já o SBT alega que comprou legamente as fitas da JPO Produções, parceira de longa data da emissora, que comprou as fitas da novela num leilão realizado pela Justiça. O dinheiro arrecadado foi destinado ao pagamento das dívidas da extinta Manchete.

O CGCom afirma que a emissora está “estudando o assunto com nosso departamento jurídico”. O SBT convica, através de seu site, os atores, diretores e autores da novela para receber os direitos, e afirma que continuará exibindo a novela.

Novamente a Globo ficou no “quase”. Primeiro na década de 80, quando o texto de “Pantanal” ficou engavetado na emissora e Benedito vendeu-o para a Manchete, transformando-o no maior sucesso “off-Globo” da televisão brasileira, e a novela que tirou a teledramaturgia do eixo Rio-São Paulo. Agora em 2008, quando a Globo tinha a intenção de fazer um remake da novela, sob o nome de “Amor Pantaneiro”. Novamente quase.

Arma Secreta do SBT

Sílvio Santos e suas manias de suspense. Primeiro foi o “Buraco da Fechadura”, que culminou na maior sucesso do SBT, a “Casa dos Artistas”. Depois, os “23 dias estão chegando”, que, na verdade, era o Show do Milhão e, mais recentemente, “O Ataque”, que na verdade era um “Ataque de Risos” e “A novela diferente”, que era a fracassada “Lalola”.

Para quem se informa, está quase certo que essa “Arma Secreta” é, na verdade, a reprise da novela “Pantanal”, grande sucesso da Manchete e maior sucesso “off-Globo” depois da falência da TV Tupi. Porém, algumas informações estão sendo plantadas na imprensa de que haveriam possibilidades de serem outras atrações como, por exemplo, a “Casa dos Artistas 4”, já que foi noticiado que, nesse exato momento, Sílvio Santos está gravando um programa com vários artistas num estúdio fechado. Outra possibilidade de ser o programa “Nada Além da Verdade”, que continua sendo gravado mesmo sem ser exibido.

É inegável que, mesmo com a emissora em crise, o SBT consegue atiçar a curiosidade de todos. E quem quiser saber se a Arma Secreta é ou não “Pantanal”, veja assim que terminar o SBT Brasil.