POLÍTICA: E o cantor deixou de ser ministro

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, anunciou sua saída do governo nesta quarta-feira (30) em reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula aceitou o pedido de demissão. Ele deve nomear o secretário-executivo da pasta, Juca Ferreira, para suceder Gil, que deixou o ministério para se dedicar à carreira musical (confira aqui especial em áudio com músicas do compositor).

Mais cedo, antes de um almoço oficial com o presidente da Costa Rica, Oscar Sánchez, no Palácio do Itamaraty, Lula disse que “Gil teve uma recaída” ao voltar de uma turnê promovendo o novo disco. Segundo Lula, o “Brasil não pode prescindir do Gil só na política”, comentou. “Ele vai priorizar o que é importante [para ele].”

Essa não é a primeira vez que Gil pede para deixar a pasta para se dedicar apenas a sua carreira artística -a última delas em novembro de 2007, quando afirmou que deixaria o ministério este ano. Nas vezes anteriores, porém, o presidente convenceu Gil a ficar no cargo.

Gilberto Gil começou sua carreira política em 1989, quando se elegeu vereador em Salvador, pelo PMDB. Gil é um dos poucos remanescentes do primeiro ministério nomeado por Lula em 2003.

TELEVISÃO: Prova de Amor estará de volta

Uma das novelas de maior sucesso da Rede Record de Televisão estará de volta em agosto. “Prova de Amor”, de Tiago Santiago, será reprisada pela emissora às 17h30 da tarde. Essa foi a primeira novela a ameaçar a Globo, que na época exibia a fracassada novela “Bang-Bang”, de Mário Prata.

A Record já tenta emplacar um horário de reprises há muito tempo. A primeira tentativa foi com a novela “Louca Paixão”, exibida por volta das 15h, seguida pela terceira reprise de “A Escrava Isaura”. A segunda e fracassada tentativa foi às 17h, com a novela “Essas Mulheres”, que foi retirada do ar do ar sem aviso na segunda semana de exibição. Na época, “Essas Mulheres” concorria com a quarta reprise da novela mexicana “A Usurpadora”.

TELEVISÃO: E a guerra começou

A guerra está armada: Silvio Santos começou a contratar profissionais dos bastidores da Record. Diretores, produtores, editores e profissionais de externas estão sendo contratados pessoalmente pelo Silvio Santos para o novo programa da Claudete Troiano, que deve estrear em agosto. O motivo? Silvio Santos se irritou após uma declaração do Bispo Honorildo Gonçalves, diretor artístico da Rede Record.

Nas últimas horas, Silvio Santos contratou o produtor de externas, Raul Garin. Garin ganhará R$ 14 mil por mês. A tática de Silvio Santos é contratar os profissionais com um salário bem acima do mercado, para a Record não ter como cobrir a oferta. Isso tem irritado os atuais funcionários do SBT, que têm salários bem mais baixos do pessoal que está sendo contratado agora.

A direção da Record prometeu uma reação ao “bombardeio” do SBT: a equipe do Domingo Legal, o programa de maior audiência atualmente na emissora. Pessoas da produção do programa, alguns com vários anos de casa, foram procurados nas últimas horas pelo pessoal da Record.

Silvio Santos tem se animado com os índices do SBT desde que Pantanal conquistou a vice-liderança folgada nos últimos dias.