SBT estréia revista eletrônica nas tardes

Prestação de serviço, informação, variedade e comportamento estarão em evidência no novo programa das tardes do SBT, batizado de “Olha Você”. Sob o comando dos apresentadores Alexandre Bacci, Claudete Troiano, Ellen Jabour e Francesco Tarallo, estréia nesta segunda-feira, 1º de setembro, às 17h, em rede nacional, a revista eletrônica que irá ao ar de segunda a sexta-feira, ao vivo, das 17h às 18h.

De forma leve, descontraída e interativa, a atração vespertina do SBT levará muito conteúdo aos telespectadores, por meio de reportagens especiais sobre, entre outros assuntos, moda, beleza, culinária, decoração, saúde e economia.

O programa contará com um bloco diário de notícias, interligadas ao departamento de jornalismo da emissora, o qual dividirá a tela com o apresentador Alexandre Bacci. “Este convite é muito significativo para o meu atual momento profissional. Nunca imaginei trabalhar em TV e agora surge novamente um outro projeto para apresentar um programa totalmente diferente do que já fiz”, afirma Bacci, que, antes de aceitar o convite do SBT, apresentava um programa de esportes.

“Tinha certeza que trabalharia no SBT. Li há alguns anos o livro ‘O poder da mente’, do padre Lauro Trevisan, e, desde então, mentalizava e falava: um dia terei uma estrelinha no chão do SBT. Sempre pensei nisso”, conta Claudete Troiano, que também abordará no “Olha Você” as notícias do mundo das estrelas, como as novidades sobre as celebridades do cinema, das novelas, da música e do esporte.

Para Ellen Jabour, o importante em um programa como o “Olha Você” é transmitir veracidade e instruir de forma construtiva. “O que eu desejo é ser um instrumento do bem, passar as informações com alto-astral e ser compromissada com o público. O programa será leve e gostoso de assistir”, pontua.

O chef Francesco Tarallo irá proporcionar o toque culionário ao programa, com dicas de receitas práticas e econômicas para a correria do dia-a-dia. “Fiquei muito feliz pelo convite, porque sei que é um projeto muito bacana. O gênero de entretenimento/informação é de interesse nacional e já é sucesso mundial há muito tempo”, entusiasma-se Francesco.

O telespectador do “Olha Você” vai, ainda, saborear o dinamismo e a agilidade de um time de três repórteres da atração, contando com a solidez e a estrutura do Jornalismo do SBT.

Da Sala de Imprensa do SBT

24 anos de Chaves no Brasil

“Lá vem o Chaves, Chaves, Chaves, todos atentos, olhando pela TV”. Quem nunca viu Chaves? Há duas gerações, Chaves está a 24 anos consecutivos no ar pelo SBT. Exibido pela primeira vez no dia 25 de agosto de 1984, dentro do programa do “Bozo”, o menino Chaves entrava nas telinhas brasileiras, “caçando lagartixas”, para nunca mais sair.

Chaves chegou ao Brasil atráves da genialidade de Silvio Santos. Apresentado por ele aos executivos da TVS (hoje SBT), todos votaram contra a exibição do seriado mexicano. Mas mesmo assim, Silvio mandou dublar alguns episódios nos Estúdios Maga, de Marcelo Gastaldi. Contra a vontade dos executivos da TVS – alguns de renome, como Luciano Gallegari e Leandro Stoliar -, Chaves foi exibido. Não demorou muito para Chaves virar um sucesso.

Enrredo simples, cenário pobre, qualidade de som sofrível, embora a tradução seja ótima. Apesar da voz aguda feita por Marcelo Gastaldi nos primeiros episódios, não tem como se esquecer da clássica piada “Não se diz cagueta, se diz chupeta”:


Clássica piada do primeiro episódio exibido no Brasil

O Bozo era pequeno demais para o pobre menino mexicano, e em 1987, Chaves passou a ser exibido em horário nobre, às 8 da noite, nas terças e sábados. Com apenas 80 episódios, em 1988 o SBT compra o segundo lote, com 40 episódios. Nessa época começou um sucesso que foi decisivo para a fase da emissora, que passava por uma crise econômica. Chaves praticamente salvou o SBT da falência.


Primeira abertura de Chaves no Brasil

Em 1990, mais um lote chega ao SBT. Em 1992, outro lote. Enquanto a felicidade de novos episódios ronda os corações dos fãs de Chaves, os lotes de 1984 e 1988 saem do ar. Em 1993, entra ao ar a nova abertura, exibida até hoje.


Abertura atual de Chaves com a clássica música “Lá vem o Chaves”

Em 1999, Chaves volta a desbancar a Rede Globo. O poderoso “Mais Você”, com a recém contratada Ana Maria Braga, é derrotado quase que diáriamente pelo seriado mexicano, o que obrigou o programa a sair das tardes para as manhãs da emissora carioca.

Em 14 de setembro de 2002, Chaves volta ao horário nobre de sábado com o título de “Chaves Especial”. De especial, só o horário. Mesmo com exibições cortadas e episódios reprisados, “Chaves Especial” consegue marcar 16 pontos de média e 18 de pico.


Chamada “Chaves Especial”. De especial, só o horário e o Ibope.

Chaves é um programa para se analisar minuciosamente. Como um programa tão simples pode fazer sucesso a tanto tempo, considerado por muitos como indispensável na televisão? Como Chaves consegue atravessar tantas gerações, ser tão reprisado, mas continua a arrancar as mesmas risadas?

Quem nunca viu Chaves? Quem nunca ficou com pena do Chaves atrás do seu sanduíche de presunto? Quem nunca riu com as bofetadas que a Dona Florinda dá no Seu Madruga? Quem nunca quis ajudar o Seu Madruga a pagar o aluguel? Quem nunca teve medo da Bruxa do 71, digo, da Dona Clotilde? Quem nunca riu dos apelidos do Mestre Lingüi, digo, do Professor Girafales? Roberto Gómes Bolaños, “grande” Chespirito, que nos proporciona até hoje, muitos anos depois de ter feito o Chaves, grandes risadas e momentos de alegrias com Chaves, Chapolin, Dr. Chapatin, entre outros inúmeros personagens.


Seu Madruga Professor


“Mamãe Querida, meu coração por ti bate…”


“O Cão Arrependido”


Que Bonita a Sua Roupa


Se Você é Jovem Ainda


“O gato ou o Quico?”


“Doeu, mas não foi tanto assim…”

Diretamente do país bronzeado, as eleições cariocas

Passou as Olimpíadas, passou o bronze e o bronzeado. A vara sumiu, os EUA ganharam, o Dunga vai rodar. Infelizmente não conseguimos as sonhadas dez medalhas de bronze, mas oito está de bom tamanho. Nosso segundo melhor desempenho bronzeado, perdendo só para Atenas, em 2004.

Bom, depois dessa overdose de bronze, e um pouco de ouro, afinal, três medalhas de ouro não é pra qualquer um. Só pro Michael Phelps, que, se fosse um país, estaria em 10º lugar no quadro de medalhas, na frente de países como França, Espanha, Canadá e, claro, o Brasil.

Mas, agora é hora de olhar pra frente. Porque 4 anos é muito tempo, segundo a campanha publicitária do Tribunal Superior Eleitoral. O Blog Internacional irá cobrir as eleições do Rio de Janeiro. Então, já vamos com o resultado das primeiras pesquisas de intenção de voto, feita pelo instituto Datafolha.

Na liderança está o candidato e bispo da Igreja Universal, Marcelo Crivella (PRB), continua na liderança apesar de ter caído 6%. Agora está com 20% das preferência. O candidato Eduardo Paes, do PMBD, cresceu 4 pontos percentuais desde a última pesquisa, no mês passado. Agora Paes está com 17%. Apesar do crescimento, Eduardo Paes diz que não fica eufórico com o segundo lugar e diz vai trabalhar para ganhar a eleição com “99,9% dos votos”. Jandira Feghali, do PC do B, caiu um ponto percentual, e agora fica com 15%

Mais atrás, no “segundo pelotão”, Fernando Gabeira (PV) está com 8%. Solange Amaral (DEM) está com 7%. Chico Alencar (PSOL) está com 4%. Alessandro Molon (PT) passou de 2% para 4%.

Horário Eleitoral Gratuito: Sacanagem na TV, em rede nacional

“Interrompemos a nossa programação para a exibição do Horário Eleitoral Gratuito.”. É com essa justificativa que, em todos os canais abertos, entra no ar uma “turminha da pesada que vai te meter em muita confusão”, na visão do Narrador da Sessão da Tarde.

Os mais bizarros candidatos invadem a sua TV. Desde com jingles que não saem da sua cabeça (“20-126, é o Jairinho…”, do vereador Jairinho, do PMDB/RJ) até os mais bizarros slogans (“A saúde começa pela boca”, da candidata a prefeitura de Campinas, Vânia Boscollo, do PTN), todos querem aparecer no circo eleitoral, com pouquíssimos segundos para “aparecer”. Vale tudo, desde dizer repetidamente seu número, ou então dar uma de Enéas e fazer um discurso em trinta segundos.

O pior é que não é somente no horário político. Pequenas propagandas infestam a programação de todas as emissoras. No intervalo da novela ou do jornal, você pode se deparar com uma figura querendo o seu voto, para depois pegar o seu dinheiro.

E se você não tiver TV paga, não há pra onde fugir. Nem pro rádio. Eles estão em todos lugares. Na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê, estarão lá eles, num carro de som, ou num outdoor na rua, com aquela foto com cada de região glútea. Agora, se você é o feliz assinante de uma tv paga, meus parabéns, você pode fugir desse show de horrores. Agora, cuidado. Já quiseram colocar horário político na TV paga. Já pensou ver um filme na HBO e, do nada, aparecer a Marta Suplicy pedindo seu voto?

Campanha Bronze Brasil 2008

Observem o quadro de medalhas:

posição / país medalhas de ouro medalhas de prata medalhas de bronze
1 China CHI 39 14 14
2 Estados Unidos EUA 22 24 26
3 Reino Unido GBR 12 7 8
4 Austrália AUS 11 10 12
5 Alemanha ALE 9 7 7
38 Brasil BRA 1 0 5

Observaram? Pois bem, o Brasil hoje conta com incríveis, extraordinárias e estupendas 5 medalhas de bronze. Por isso, o Blog Internacional entra na campanha “Bronze Brasil 2008“, organizada pelo blog “Bronze Brasil 2008”. Se o ouro é impossível, vamos conquistar 10 medalhas de bronze, minha gente!

Nossos heróis bronzeados:

Faltam cinco!

Morreu Felisberto Duarte, o Feliz

“E piriri, e pororó!”. Era assim que Felisberto Duarte, conhecido como “Feliz” encerrava a previsão do tempo no extinto jornalístico do SBT, “Aqui Agora” (ressuscitado em 2008, sem sucesso). De sua forma irreverente, Feliz fez a alegria das crianças na década de 90, fase em que o programa fez mais sucesso. Brincando com a tela virtual, qualquer coisa poderia aparecer atrás do Feliz enquanto ele falava do tempo. Desde um tornado até uma cena do Chaves. Feliz trabalhou no SBT durante 17 anos, começando no extinto “TJ Manhã” em 1988.

Feliz morreu na madrugada desta segunda, na UTI do Hospital Beneficiência Portuguesa, em Santos (SP) devido a uma infecção intestinal.

Veja a estréia do Feliz no Aqui Agora versão 2008

Boletim Olímpico (11/08)

A partir de hoje o Blog Internacional inicia a cobertura dos Jogos Olímpicos Beijing 2008, com boletíns diários com resultados das competições, quadro de medalhas e agenda de competições, com destaque para o desempenho de nossos atletas na terra censurada.

Brasil luta pela primeira medalha de ouro

Com o clima alegre das duas medalhas de bronze conquistadas nesta segunda-feira, o judô brasileiro volta aos tatames na madrugada de terça-feira com a categoria meio-médio. E a promessa é de mais alegria para o Brasil nestes Jogos Olímpicos, com a estréia no ginásio de Ciência e Tecnologia de Pequim do melhor judoca do mundo em 2007, Tiago Camilo. No feminino, Danielli Yuri entra para repetir o feito de Ketleyn Quadros, a primeira judoca a conquistar uma medalha para o país em Olimpíadas. As disputas serão transmitidas ao vivo pela Rede Globo e pelo SporTV a partir de 1h (de Brasília).

Agenda de Competições do Brasil (Hoje)

22h00 – Handebol Masculino – Brasil x Croácia (SporTV / ESPN Brasil)
Tiro esportivo de Pistola 50m (Bandeirantes)

23h00 – Levantamento de peso até 69kg (Sem Transmissão)
Esgrima Sabre Individual – Masculino (Sem Transmissão)

23h30 – Tênis Duplas (Masculino) – Brasil x República Tcheca (SporTV 4)

A Rede Globo não informa quais jogos irá transmitir, apenas que serão exibidos jogos por toda a madrugada.

Mais informações: Globoesporte.com

Quadro de Medalhas

posição / país medalhas de ouro medalhas de prata medalhas de bronze
1 China CHI 9 3 2
2 Coréia do Sul COR 4 4 0
3 Estados Unidos EUA 3 4 5
4 Itália ITA 3 3 2
5 Austrália AUS 2 0 3
30 Brasil BRA 0 0 2