Eleições 2008: Gabeira segue na frente no Datafolha

Pesquisa também traça o perfil dos eleitores de cada candidato

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

O candidato Fernando Gabeira (PV), que, segundo as pesquisas do 1ª turno estava em terceiro lugar, está na dianteira nas pesquisas de intenção de voto, segundo o Datafolha, com 43% dos votos, empatado tecnicamente com Eduardo Paes (PMDB), que tem 41%.

Votos brancos ou nulos representam 7%. Eleitores indecisos somam 9%

Os eleitores de Gabeira ficam acima da média entre os mais jovens (53%), os mais escolarizados (60%) e os mais ricos (62%), e entre os que desaprovam (consideram ruim ou péssimo) os governos de Cesar Maia (47%), de Sérgio Cabral (55%) e, principalmente, de Lula (58%). Também os simpatizantes do PDT declaram voto superior à média para Gabeira (54%).

Já, o eleitorado de Paes destaca-se entre os mais pobres (46%), entre os menos escolarizados (49%) e entre os mais velhos (50%), bem como entre os que não estão atualmente no mercado de trabalho (49%), além dos eleitores que, ao contrário do que ocorre com seu adversário, aprovam os governos nas três instâncias: 48% dos que avaliam como ótima ou boa a gestão de Cesar Maia, 55%

entre os que aprovam Cabral e, um pouco menos expressivamente, entre os que aprovam Lula (46%). Entre os simpatizantes do PMDB, alcançam 65% as menções a Paes.

Foram entrevistados 1.304 eleitores no Rio de Janeiro, nos dias 07 e 08 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Mundo: Venezuela fecha McDonands por 48 horas

Governo diz que a rede cometeu irregularidades tributárias

Da BBC

O governo da Venezuela decidiu fechar todos os restaurantes da rede McDonald’s no país por 48 horas, alegando irregularidades tributárias.

O diretor da Receita Federal venezuelana, José David Cabello, disse que há problemas nos balanços da rede americana de fast-food e também nos impostos recolhidos pela empresa.

Os 115 restaurantes McDonald’s da Venezuela foram fechados na quinta-feira e permanecerão assim até sábado.

O presidente venezuelano Hugo Chávez é conhecido por ser um crítico feroz dos Estados Unidos e recentemente havia fechado temporariamente os escritórios na Venezuela de outra multinacional americana, a Pepsi.

Chávez também determinou a nacionalização das operações de empresas de petróleo americanas que operavam no país.

No mês passado, tanto a Venezuela como a Bolívia expulsaram seus respectivos embaixadores americanos, acusando Washington de interferir em assuntos internos da Bolívia.

O governo americano respondeu expulsando os embaixadores dos dois países de Washington e bloqueando os ativos que três aliados de Chávez têm nos Estados Unidos.