RedeTV! estaria a beira da falência

A mais nova das emissoras pode ter o mesmo destino da Manchete

Por Luan Borges
Direto ao Ponto // Inovando e Informando
Ouça a Rádio Total Mais

RedeTV! está demitindo em massa e atrasando salários

RedeTV! está demitindo em massa e atrasando salários

“A Rede de TV que mais cresce no País”. Esse era o slogan da RedeTV!, era. Hoje a situação e outra: demissões em massa, atraso de salários e saída de artistas.

Começou com a demissão de Marcelo Resende. O ex-âncora do RedeTV! News, que tinha um salário acima dos padrões, foi o primeiro a ser despensado da emissora, para cortar custos. Não demorou muito para vir a primeira demissão em massa: 100 funcionários do jornalismo foram dispensados, e o “TV Esporte e Notícias” e “Notícias das 7”, cancelados. No lugar, entrou o animê “Pokémon”.

Com salários atrasados por mais de um mês, dois artistas do casting da emissora já pediram as contas: Rodolpho Gamberini, que apresentava o “Notícias das 7” e substituiu Marcelo Resende, foi o primeiro a sair: para o SBT. Agora quem saiu foi Olga Bongiovanni, que anunciou que não tem mais interesse em renovar o seu contrato, apesar de não ter nenhuma proposta à vista.

Recentemente, a RedeTV! anunciou a compra de novos estúdios na cidade de Osasco, região metropolitana de São Paulo. O negócio é um dos principais culpados pela crise de abate a emissora. A compra foi efetuada antes da Crise Econômica Mundial, e hoje, a emissora não tem como abastecer o caixa.

A substituta da Manchete tem sido alvo de várias críticas nos últimos anos, por preferir dar cobertura à programação da Globo do que criar uma, e ter conteúdo apelativo, em programas como “A Tarde é Sua” e “Superpop”.

Outro alvo de críticas é o nepotismo da emissora: depois de Luciana Gimenez, esposa do vice-presidente da RedeTV!, apresentar o “Superpop”, Daniele Albuquerque, esposa do presidente da RedeTV!, se tornou a nova estrela da emissora. A ‘apresentadora’, que toma a frente do “Dr. Hollywood”, tomou a frente da ‘cobertura’ dos Bastidores do Carnaval, posto que era de Adriana Lessa.

A RedeTV! é uma emissora que se perdeu no caminho. Assim que foi inaugurada, Paulo Bonfá, Mariana Kupfer, Adriane Galisteu, Marília Gabriela, Juca Kifuri e Jorge Kajuru figuravam o casting da emissora. Programas como  “Galera na TV” e as primeiras fases do “A Casa é Sua”, “Superpop” e “TV Fama” eram programas que traziam qualidade e bom gosto.

Hoje a emissora tomou o rumo do sensacionalismo, da apelação, e da busca barata por audiência. A sucessora da Manchete vai ter o fim da mesma, sem nem ter sido um terço dela.

Globo tira do ar a TV Diário

Rede Globo consegue tirar da parabólica a emissora nordestina TV Diário
Por Luan Borges
Direto ao Ponto // Inovando e Informando
Ouça a Rádio Total Mais

Rede Globo tira do ar a TV Diário

Emissora nordestina saiu do ar por força da Rede Globo

Rede Globo tira do ar a TV DiárioA Rede Globo de Televisão tirou o sinal da emissora nordestina TV Diário das antenas parabólicas. O canal Amazon Sat também saiu do ar.

A decisão de retirar os canais de suas afiliadas da parabólica partiu do alto escalão da Rede Globo. A TV Diário, que pertence ao Sistema Verdes Mares, afiliada da Rede Globo em Fortaleza, tem um formato completamente diferente da emissora carioca: formatos populares, humor regional cearense, no maior “Padrão Ratinho de Qualidade”.

Com programas simples e populares, a TV Diário conseguia tirar a hegemonia da Globo em Fortaleza. A TV Diário era muito mais do que uma TV nordestina, mas um elo do nordestino emigrante com a sua terra natal. Uma forma de fazer o nordestino matar um pouco da saudade de sua terra.

A Rede Globo consegue mais uma vez aniquilar as concorrentes, como faz desde que nasceu. A Rede Globo mostra o seu poder, o seu império, a sua força. A força de defender os seus interesses, por mais sujos que sejam, da forma mais inescrupulosa possível. O Q de Qualidade da Globo também é M, de Manipulação.

É deplorável que, em pleno século XXI, ainda exista a dominação da mídia de uma forma tão forte, por um único grupo de comunicação. Através de seus jornais, rádios, emissoras, portais, e outros meios de comunicação, conseguem mover as massas como se fossem verdadeiro gado, um gado já marcado, com o símbolo da Globo nas costas.

Desde que nasceu, a Rede Globo matou suas concorrentes: Excelsior, Tupi, Manchete, MTV, TV Diário. Qualquer uma que ouse ameaçar sua posição imexível, a sua confortável liderança, tem apenas um fim: a falência.

Digamos não à essa manipulação, à esse domínio, à destruição da Rede Globo. A Rede Globo é mais do que uma emissora, a Rede Globo é um império, um império de dominação e manipulação que merece ter fim.