RIO: Tromba d’água surpreende moradores

Fenômeno surpreendeu frequentadores na praia de São Conrado.
Frente fria deve continuar até quinta-feira, ocasionando tempo nublado.

Vivianne Banharo
Do G1, no Rio

 O cone se formou bem perto da costa, em São Conrado, na Zona Sul (Foto: Ana Pini / TV Globo)

O cone se formou bem perto da costa, em São Conrado, na Zona Sul (Foto: Ana Pini / TV Globo)

Apesar do tempo chuvoso, quem passou pela praia de São Conrado, na Zona Sul do Rio, na manhã desta terça-feira (21), foi surpreendido por uma tromba d´água no mar. Foi o caso de alguns praticantes de voo livre, surfistas, porteiros e moradores da região.

“Como o tempo não estava bom para decolar, estávamos aqui no calçadão quando aconteceu. O trânsito parou e as pessoas desceram dos carros para ver. Tudo começou a uns 500 metros da praia, passou pelos surfistas que estavam na água e terminou nas pedras. Levou uns 15 minutos”, conta o instrutor, que faz voo duplo, Rafael Watson.

Mesmo com o movimento fraco, o assunto no quiosque onde trabalha Francisco Pereira era o fenômeno meteorológico. “Tinha quase a altura de um poste, mas não fiquei com medo porque percebi que estava indo para o outro lado”, conta. “Trabalho há 30 anos aqui na praia. Já vi golfinho e baleia, mas isso eu nunca tinha visto”, completa o ambulante Ademir Ribeiro.

Morador de um dos prédios de frente para o mar, o corretor José Ribeiro Santiago, estava passeando com o cachorro e não se conformava de ter perdido o flagrante. “Nunca vi isso acontecer no quintal da minha casa, foi uma pena ter perdido”.

O empresário Rodrigo Castro esteve em São Conrado para aproveitar as ondas e conversou com surfistas que estavam dentro da água na hora da tromba. “Eles disseram que as gaivotas tentavam voar contra o vento. Mas não teve nada de assustador, todo mundo achou bonito”, comenta.

Meteorologista explica o fenômeno

“Tromba d’água é uma espécie de tornado na água”, explicou o meteorologista Lúcio de Souza, do Inmet, “um tornado causa danos mais severos. A tromba d’água tem vida curta e é associada a nuvens que causam tempestades em áreas quentes e úmidas, na baixa atmosfera, o que foi comprovado por imagens de satélite”

Para quinta-feira (23), quando há um novo feriado no Rio, a frente fria deve continuar no oceano, ocasionando tempo nublado. Segundo Lúcio de Souza, pode chover a qualquer momento nas próximas 48 horas, e em 72 horas, o tempo deve melhorar.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s