Psicóloca que ‘curava’ gays é condenada com censura

brasil

Decisão do Conselho Federal de Psicologia foi considerada ‘tímida’

Por Luan Borges
Do Tolloka.Com

Rozângela Justino, disfarçada, pronta pra fazer o Moonwalk

Rozângela Justino, disfarçada, pronta pra fazer o Moonwalk

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) decidiu, nesta sexta-feira (31), aplicar uma censura pública à carioca Rozângela Alves Justino, psicóloga que oferecia terapia para curar a homossexualidade. Ela já havia sido condenada à censura pública no Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro em 2007. Uma Resolução do CFP de 1999 proíbe os psicólogos de tratar a homossexualidade como doença, distúrbio ou perversão e de oferecer qualquer tipo de tratamento. A terapeuta estava sujeita à suspensão do exercício profissional por 30 dias ou, até mesmo, à cassação do registro. Entretanto, os conselheiros decidiram, por unanimidade, que a censura pública era a medida mais adequada no caso.

O Superintendente de Direitos Individuais Coletivos e Difusos da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Nascimento, considera um avanço o posicionamento, porém tímido frente à postura claramente conflitante com as diretrizes da psicologia e dos direitos humanos. O posicionamento da psicóloga vem contribuindo para o fortalecimento do estigma e da homofobia na sociedade brasileira.

Informação de Márcia Vilella e Diego Cotta (Target Assessoria de Comunicação/Não Homofobia).

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s