EDITORIAL: Brasil, o país que nasceu na cagada

brasil

Em 7 de setembro de 1822, D. Pedro, no meio de uma diarreia, proclama a independência do Brasil

Por Luan Borges

Nos livros de história, a independência vem relatada assim: “No dia 7 de Setembro de 1822, Dom Pedro I proclamou a Independência do Brasil, às margens do Rio Ipiranga, libertando-nos de Portugal”.

Pintura de D. Pedro, nas margens do (posto) Ipiranga

Na sátira, D. Pedro proclama a independência as margens do Posto Ipiranga

O que não contam é que o garanhão-mor do Império, na verdade, estava acometido por uma bela diarreia no dia em que “proclamou” (sim, entre aspas mesmo) a república. Antes de dar o grito que “tornou” o Brasil independente, “Independência ou morte!”, ele havia dado uma ‘aliviada’ em uma casa próxima ao Ipiranga. O brado forte retumbante, presente no hino, é mais brado da caganeira que D. Pedro estava do que o grito de independência.

Podemos, assim dizer, que o Brasil nasceu no meio de uma cagada, e que até hoje vive na cagada. Por onde olhamos, vemos merda por todos os lados. Na política, vivemos a política do “merda até transbordar”. Vemos o caso do excelentíssimo senador, ex-presidente e sempre bigodudo José Sarney. O velhinho não conhece ninguém, nem mesmo seu afilhado de casamento e nega conhecer pessoas que tem o sobrenome Sarney. Isso não é caso pra CPI, é caso pra neurologista! Internem o Sarney, por favor, ele é o único no Brasil todo que não sabe o que é ato secreto.

Indo um pouco mais a fundo, merda maior é ver Fernando Collor de Mello, aquele que o Brasil expulsou à vassouradas do Palácio da Alvorada, de volta ao poder, dessa vez no Congresso Nacional, e ainda com pinta de homem honesto. É ou não é de causar disenteria?

Isso para não citar o caso do Mensalão. Dos 40 acusados, só dois foram impugnados. E os outros 38? São inocentes? Caso esquecido, caso abafado, caso passado.

Dizem que as merdas só estão na política. Pior que não. Me diga, quanto você paga na sua internet banda-larga? Está satisfeito com ela? Pois saiba que o que temos em mãos é sucata. Enquanto você acha que está com o produto top de linha, nas regiões mais desenvolvida, como EUA e Europa, a situação está mil vezes melhor e com o preço mil vezes menor.

Na televisão, nem se fale. Uma ataca a outra, uma acusa a outra. Uma xinga a outra. E no meio disso, o telespectador, que só quer uma programação de qualidade, onde só há “mais do mesmo”, onde a cópia impera e reina. Uma TV de primeira merda!

E no meio desse monte de bosta, está o povo brasileiro. Povo brasileiro que ri, povo brasileiro que bate palma, povo brasileiro que vive do panis et circus. Povo heroico, dê seu brado retumbante pela independência e o fim do Império da Merda Brasileira! Enquanto o país estiver deitado em berço esplêndido, nunca seremos um país de verdade. Gigante pela própria natureza, levantemos desse berço e lutemos. Façamos o futuro que espelhará essa grandeza chegar. Façamos algo pela pátria amada, Brasil!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s