Record investe R$ 150 milhões no R7

tecnologia

Portal contrata Rosana Hermann e Daniel Castro

Por Luan Borges

Equipe do R7 já trabalha para o lançamento do portal

Equipe do R7 já trabalha para o lançamento do portal

A Central Record de Comunicação está investindo 150 milhões de reais no novo portal de notícias, o R7. O site, que estreia dia 27 de setembro, visa concorrer com os maiores portais do Brasil, como a UOL, Terra, iG e, principalmente, o G1, das Organizações Globo.

R$ 100 milhões são destinados ao investimento em infraestrutura e contratação de jornalista. Já foram contratados 160 jornalistas, em sua maioria da UOL, Folha de S. Paulo, G1 e portais Abril, Terra, Yahoo e Reuters. Os outros R$ 50 milhões foram destinados à publicidade

A data de lançamento do portal coincide com os 56 anos da TV Record e dois anos da Record News, o canal de notícias do grupo. Segundo os responsáveis pelo portal, o enfoque do R7 é o mesmo dos outros portais: cobrir os principais acontecimentos do cotidiano com o foco no jornalismo, entretenimento, esportes e multimídia.

Mas também haverá espaço para conteúdo opinativo. Até agora, a Record já contratou Daniel Castro, colunista de televisão, Fabíola Reipert, colunista de celebridades, Rubens Edwald Filho, colunista de cinema, Sophia Camargo, economista doméstica, além de contar com nomes da própria Rede Record, como Théo Becker, Britto Jr., Geraldo Luís, Rodrigo Faro, Dado Dolabella, Ana Hickmann, Ana Paula Padrão e Celso Freitas.

Rosana Hermann, conhecida na grande rede pelo blog Querido Leitor e ex-diretora de criação da Band, também foi contratada pelo R7 e ocupará o mesmo cargo.

A Central Record de Comunicação foi criada em 1989, após Edir Macedo ter comprado a Rádio e TV Record Record do Grupo Silvio Santos. Atualmente o grupo comanda três redes de rádio (Rádio Record, Rádio Guaíba AM e FM e gospel Rádio Sociedade), três redes de televisão (Rede Record, Record News e gospel Rede Família), duas gravadoras góspeis (Line Records e New Music), os jornais Hoje em Dia e Correio do Povo e uma agência de viagens, a Record Trips.

Além dessas inciativas, a Record também tem emissoras na África, como a Rede Miramar (Moçambique), TV Record Cabo Verde e a TV Record Uganda. Todas elas, com exceção da última, retransmite parte da programação da Record. A TV Record Uganda transmite programação em francês e em inglês.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s