TELEVISÃO: E no front de batalha…

Enquanto Record tenta levar Gugu, Silvio já leva dois e investe no Pânico

Por Luan Borges

Eliana é a nova contratada do SBT

Eliana é a nova contratada do SBT

A guerra da TV está mais intensa do que nunca! Nessa semana, saiu na imprensa que a Record estava contratando Augusto Liberato, o Gugu, por R$3 milhões mensais, com a proposta de um programa diário de entrevistas.

No SBT, todos pensavam que Silvio Santos e sua equipe iria engolir essa perda à seco. Muitas informações desencontradas, muito ‘disse-me-disse’, mas nenhuma notícia certa sobre o futuro televisivo de Gugu.

Apesar dessa indefinição sobre Gugu, Silvio Santos resolveu partir pro ataque: entrou na lojinha da Record e levou, de uma só vez, Eliana e Roberto Justus e, pelo que deixa entender Daniela Beyruti, filha de Silvio e diretora do SBT Produtora, “O Aprendiz”, programa que consagrou Justus como apresentador, também será do SBT. “Existe Aprendiz sem Justus?”, disse Beyruti em seu Twitter.

Enquanto a Record faz propostas e pressão pra levar Gugu e sua equipe, Silvio Santos tenta realizar outro sonho: contratar a equipe do Pânico na TV, que tem batido recorde atrás de recorde na RedeTV!.

Roberto Justus e seu “O Aprendiz” foi responsável pelo segundo maior faturamento da Record, perdendo só pra venda das madrugadas pra Igreja Universal do Reino de Deus. A última edição de “O Aprendiz” faturou R$100 milhões. Apenas a final faturou R$10 milhões, um dos faturamentos mais altos da história da TV brasileira.

Silvio Santos se mostra disposto a retomar a vice-liderança através de decisões à longo-prazo. Grade de programação estável, investimento pesado em dramaturgia e contratações estratégicas para desfalcar a concorrência. Já a Record segue pelo oposto: programação instável e insistência em produções toscas como “Mutantes”, que afasta os bons profissionais. E isso reflete na audiência. Essa semana, “Os Mutantes” marcou 7 de média. O mundo dá voltas, e o mundo da televisão, mais ainda.

COTIDIANO: Edir Macedo pede ‘Dízimo Virtual’

Bispo pede ajuda para manter seu blog. Segundo ele, mensalmente é gasto R$107.622.

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

Edir Macedo, com Lula, no lançamento da Record News

Edir Macedo, com Lula, no lançamento da Record News

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record, bispo Edir Macedo, pediu em seu blog na internet uma “ajuda de custo” aos seus fiéis-internatuas para que ele possa manter o espaço virtual.

Nas contas do próprio bispo, seu portal virtual gasta mensalmente, somado os gastos com servidor, salário de funcionários, hospedagem de imagens e água, luz e telefone, a quantia de R$107.622,00.

Edir Macedo ainda isenta da cobrança quem o ajuda em sua rádio, a Rede Aleluia. “Não quero colocar mais um peso sobre você”, afirma Edir Macedo. Para quem não ajuda a sua rádio a se manter, a doação para manter seu blog deve ser feita através do site da Arca Universal, o portal multimídia da Igreja Universal, ou em depósito bancário no nome da Igreja.

Edir Macedo é proprietário de diversas emissoras de rádio e TV em todo o mundo. No Brasil, Macedo é proprietário da Rede Record, Rede Família, Record News, Rádio Record, Rede Aleluia de Rádio, da gravadora Line Records e da gráfica Universal Produções. No mundo, Edir Macedo é dono da TV Record Portugal e a TV Miramar, de Moçambique, na África. A Igreja Universal está presente em mais de 170 países, tem mais de 50 mil templos espalhados pelo mundo.

Segundo a Revista Veja, a mansão de Edir Macedo em Campos do Jordão está avaliada em R$6 milhões, embora o bispo resida no exterior. A Rede Record é a vice-líder em faturamento, contando com a venda das madrugadas para a IURD, já que a emissora tem a madrugada mais cara do mundo!

Além de todo esse lucro, toda essa fortuna, Edir Macedo pede apenas um auxílio para que seja mantido o seu blog. Tem algumas coisas que não estão explicadas:

Qual o servidor que custa essa fortuna? O servidor da Nasa?

Se a quantia arrecada ultrapassar o necessário, o que o bispo fará? Aviãozinho de dinheiro?

Edir Macedo não poderia migrar para um servidor gratuito, como o WordPress ou o Blogspot?

Esse caso é um tapa na cara da honestidade e da ética. A Igreja Universal do Reino de Deus é o cúmulo da charlatanice, da cara-de-pau, da sem-vergonhice. Será que não tem ninguém neste país que vê que, não só essa, mas a maioria das igrejas evangélicas, são pega-trouxas, só servem para sugar o dinheiro do necessitado? É lamentável.

Susan Boyle: O poder da perseverança

Susan Boyle provou que não se deve desistir de seus sonhos e julgar o livro pela capa

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

Ter fé, acreditar no seu potêncial, confiar em si mesmo e não julgar a pessoa pela sua aparência. Tudo isso foi o que Susan Boyle, uma dona-de-casa escocesa de 48 anos, ensinou ao mundo na semana passada, depois da sua aparição no reality-show Britain’s Got Talent.

Por seu cabelo grisalho, roupas fora de moda e acima do peso, o auditório riu quando ela disse que o seu modelo de sucesso era a cantora, dançarina e atriz britânica Elaine Paige. Porém, quando ela começou a cantar a música “I Dreamed A Dream” do musical “Os Miseráveis”, o auditório aplaudiu, e os jurados se calaram.

Sobre sua aparência, Susan afirmou ao jornal The Sunday Times: “Por que isto me preocuparia se eu sei cantar? Não é um concurso de beleza.”. De fato, não teve com que se preocupar. Susan ganhou três notas sim dos jurados, até do temido Simon Cowell.

Susan foi um sucesso. Milhões de pessoas já viram os seus vídeos na internet, e durante a semana passada, ela foi comentada em todos os telejornais do mundo. O sucesso foi tanto que Simon Cowell quer que a gravadora Sony Music assine um contrato com Susan para que ela grave um CD.

Agora, imagine se Susan Boyle desistisse de seu sonho? Imagine se Susan desistisse apenas por ser feia? Beleza não é nada na vida de ninguém. Beleza vem, beleza vai. Talento fica. E isso que importa. Se você tem talento, nunca desista. Susan Boyle é um exemplo disso. Afinal, o que adianta ter uma bunda da Mulher Melancia, peitos gigantes, e quando for oferecer algo, não há nada?

Infelizmente hoje, principalmente no Brasil, um rosto bonito e um corpo ‘gostoso’ ultrapassa qualquer talento. Mas esse tipo de sucesso é passageiro, uma estrela cadente: brilha por um tempo, mas logo se apaga. As verdadeiras estrelas, aquelas que nunca se apagam, se mantém por talento. A beleza o dinheiro traz. Mas não há dinheiro que compre o talento. Isso nasce com você, e ninguém tira.

EDITORIAL: Mentirinhas em blogs doem demais

Blogs que publicam notícias fantasiosas mancham a imagem de blogs sérios

Por Luan Borges
Direto ao Ponto // Inovando e Informando

Blogs mentirosos estão crescendo, igual ao nariz dele

Blogs mentirosos estão crescendo, igual ao nariz dele

“A Record deu 80 pontos”, “Xuxa vai para a Gazeta”, “Veja o Realtime das 2h25 da manhã”, “SBT rouba BBB da Globo”. Notícias fantasiosas, inventadas, mentirosas, falsas, enfim, como você quiser chamar, mas no final são mentiras. A popularização dos blogs, espaço onde qualquer um escreve o que quiser, útil ou não, tornou as notícias falsas mais difundidas.

Uma outra popularização, a da guerra pela audiência na TV, se juntou a dos blogs, e gerou os blogs sobre TV. Hoje, qualquer acéfalo com acesso à internet pode criar um blog, e inventar a mais absurda notícia.

Criar um blog de TV é fácil: primeiro, dá Control C + Control V em sites de fofoca como OFuxico, NaTelinha, entre outros. Aí depois, copia algumas audiências de colunistas como Patrícia Kogut e José Armando Vanucci. Quando você tiver vontade, escreve algumas notícias notícias absurdas, com vários erros de português e de pontuação, de preferência. Espalha em comunidades no Orkut e pronto: você tem o seu popular, e mentiroso, blog sobre TV!

Mas esses blogs se popularizam pela inocência do leitor, que acredita em tudo o que lê. A regra que não se deve acreditar em tudo o que se vê na TV, vale também para a internet. Pelo simples fato de que qualquer um escreve o que quiser na internet, o cuidado deve ser dobrado!

Esses blogs mentirosos mancham a imagem de blogs pequenos, mas sérios e compromissados com a informação e com a verdade. Você, leitor, cuidado com o que lê por aí! Desconfie de blogs que escrevem com o português errado – você acha que quem escreve como se estivesse no MSN tem credibilidade?

Mas, pior do que os blogs mentirosos, são os blogs plagiadores. Os leitores mais antigos desse blog devem se lembrar do problema que nós tivemos com um certo blog que estava copiando nossos textos, inclusive notícias internas. Ou de um outro blog, famoso atualmente, que copiou nossa matéria sobre a Rede Brasil de Televisão.

A maioia de nós, blogueiros pequenos e compromissados, escrevemos por puro prazer, sem receber um tostão. É um absurdo ver nosso trabalho publicado em outro lugar, sem os devidos créditos. É uma usurpação, uma sensação de impotência total, que nem Viagra resolve.

E é em homenagem a esses blogs mentirosos que a equipe do Direto ao Ponto criou o “Lorotinha na TV“, o blog que publicará as notícias mais quentinhas da fonte de mentirinhas dos blogueiros que vendem a mãe por acessos! Em breve, o “Lorotinha na TV” trará as últimas notícias das primeiras mentiras!

Para encerrar, deixo um apelo: a internet é grande, tem espaço para todos, não é preciso usar de técnicas tão baixas como o plágio e a invenção de notícias. Isso é pra gente sem pudor, sem talento. Vamos aumentar a qualidade da nossa blogosfera, por favor.

APCM fecha comunidade, apreende jukebox e priva o público de ouvir música

Órgão fecha diversas comunidades no Orkut, apreende jukebox e promove ‘caça-as-bruxas’ na rede

Por Luan Borges
Direto ao Ponto
Ouça a Rádio Total Mais (se a APCM deixar)

A APCM (Associação Antipirataria de Cinema e Música) fechou no último domingo, dia 15, a comunidade “Discografias” no Orkut, que contava com mais de 900 mil membros. Além da “Discografias”, outras comunidades administradas pelo mesmo grupo também foram fechadas, como foi o caso das “Trilhas Sonoras de Novelas”, “Trilhas Sonoras de Filmes” e “Índice Geral”.

No ano passado, a APCM decretou guerra aos bares e lanchonetes que usam as lendárias máquinas jukebox, máquinas que oferecem um catálogo musical em troca de moedas. Em 2008, 96 máquinas jukebox foram apreendidas. Uma pessoa foi presa em flagrante e 51 foram indiciadas por violação de direitos autorais. Além das máquinas, que custam entre R$ 4.500 e R$ 8.000, todo o dinheiro dentro delas também foi apreendido. Segundo o diretor da associação, Antonio Borges Filho, cerca de R$ 600 mil em jukebox foram apreendidos.

Em fevereiro deste ano, a APCM mandou fechar o site Legendas.TV, sob a acusação de que “quando um usuário faz a legenda não autorizada de uma obra audiovisual ele fere o trabalho de toda uma cadeia produtiva: produtores, autores, atores, atrizes, câmeras, roteiristas, diretores etc”, afirmou o órgão.

O site rebateu as acusações dizendo que “apenas fazemos legendas”. A APCM também fechou o site da equipe InSUBs.com, que também fazia legendas. A equipe rebateu com outra acusação: a Universal estaria lançando seus DVDs usando as legendas feitas pela equipe sem a devida autorização, como é mostrado nesse vídeo.

A APCM é a representante autorizada da Universal Music, Warner Music, Sony-BMG (a que mandou fechar o MofoTV e o Abertura de Novelas no Youtube), Som Livre, EMI, Columbia Pictures, Disney, MGM, Paramount, Fox, Universal Studios e a Federação Internacional da Indústria Fonográfica.

O usuário comum é o maior culpado da pirataria. Afinal, somos nós que copiamos os CDs, distribuímos ilegalmente, vendemos, e colocamos os preços dos CDs e DVDs originais com preços que ignoram a real condição da população brasileira.

Vivemos num país em que a renda da população é de R$ 833 e o salário mínimo é de R$ 465. Os serviços básicos, como água, luz, telefone e etc, são um absurdo de caro. Os DVDs custam cerca de R$ 40 a R$ 50 reais. Os CDs seguem a mesma faixa de preço. Será que a cultura é destinada apenas as classes mais abastardas? Será que a solução para a acabar com a piratara não é a redução dos preços dos produtos originais? Sim, é, mas as gravadoras, na ganância do dinheiro, preferem caçar não só os produtos piratas, mas também os downloads, as legendas feitas por fãs, o seu MP3.

Em breve, a APCM instaurará um limite de decibéis para que ouçamos uma música sem sermos acusados de “execução pública ilegal”. Carros com som alto já não poderão existir mais. Festinhas infantis com música do Balão Mágico então, nem pensar.

Em breve, não poderemos mais transferir nossas músicas preferidas para o MP3, passá-las via MSN, bluetooth ou qualquer outra tecnologia. Estamos tirando a comida da boca da Ivete Sangalo, da Madonna, dos atores de Hollywood, e essa gente tão desprovida de dinheiro, que não tem nem onde cairem mortos. Que cruéis nós somos…

Globo tira do ar a TV Diário

Rede Globo consegue tirar da parabólica a emissora nordestina TV Diário
Por Luan Borges
Direto ao Ponto // Inovando e Informando
Ouça a Rádio Total Mais

Rede Globo tira do ar a TV Diário

Emissora nordestina saiu do ar por força da Rede Globo

Rede Globo tira do ar a TV DiárioA Rede Globo de Televisão tirou o sinal da emissora nordestina TV Diário das antenas parabólicas. O canal Amazon Sat também saiu do ar.

A decisão de retirar os canais de suas afiliadas da parabólica partiu do alto escalão da Rede Globo. A TV Diário, que pertence ao Sistema Verdes Mares, afiliada da Rede Globo em Fortaleza, tem um formato completamente diferente da emissora carioca: formatos populares, humor regional cearense, no maior “Padrão Ratinho de Qualidade”.

Com programas simples e populares, a TV Diário conseguia tirar a hegemonia da Globo em Fortaleza. A TV Diário era muito mais do que uma TV nordestina, mas um elo do nordestino emigrante com a sua terra natal. Uma forma de fazer o nordestino matar um pouco da saudade de sua terra.

A Rede Globo consegue mais uma vez aniquilar as concorrentes, como faz desde que nasceu. A Rede Globo mostra o seu poder, o seu império, a sua força. A força de defender os seus interesses, por mais sujos que sejam, da forma mais inescrupulosa possível. O Q de Qualidade da Globo também é M, de Manipulação.

É deplorável que, em pleno século XXI, ainda exista a dominação da mídia de uma forma tão forte, por um único grupo de comunicação. Através de seus jornais, rádios, emissoras, portais, e outros meios de comunicação, conseguem mover as massas como se fossem verdadeiro gado, um gado já marcado, com o símbolo da Globo nas costas.

Desde que nasceu, a Rede Globo matou suas concorrentes: Excelsior, Tupi, Manchete, MTV, TV Diário. Qualquer uma que ouse ameaçar sua posição imexível, a sua confortável liderança, tem apenas um fim: a falência.

Digamos não à essa manipulação, à esse domínio, à destruição da Rede Globo. A Rede Globo é mais do que uma emissora, a Rede Globo é um império, um império de dominação e manipulação que merece ter fim.

Plano Doxiadis: a melhor obra do Rio que nunca saiu do papel

O plano tinha o projeto de unificar o Rio através de linhas expressas. Das 5 linhas, só duas foram construídas

Por Luan Borges
Direto ao Ponto // Inovando e Informando

Os engarrafamentos são os maiores problemas das grandes metrópoles

Os engarrafamentos são os maiores problemas das grandes metrópoles

Um dos maiores vilões da vida agitada do Século XXI é, sem dúvida, o engarrafamento. Ficar preso num engarrafamento é uma das maiores causas de estresse. As maiores metrópoles do mundo sofrem com esse problema. No Brasil, a cidade de São Paulo é a recordista em engarrafamentos. Já a cidade do Rio de Janeiro encontrou uma solução parcial para o problema: a Linha Vermelha e a Linha Amarela. Essas duas vias fazia parte de um plano de urbanização, que nunca foi concluído.

Em 1960, ainda no antigo Estado da Guanabara, o então governador Carlos Lacerda encomentou ao arquiteto grego Constantino Doxiádis um projeto de urbanização do Rio de Janeiro. Doxiádis, então, propôs a construção de 5 grandes linhas que cortariam a cidade, interligando diversos pontos.

Linha Vermelha (ligando São Cristóvão à cidade de São João do Meriti)

Linha Amarela (liganda a Barra da Tijuca à Ilha do Fundão)

Linha Verde (ligando a Via Dutra à Gávea)

Linha Marrom (ligando o Centro à Santa Cruz)

Linha Azul (ligando a Zona Sul à Barra da Tijuca)

O arquiteto Constantino Doxiadis

O arquiteto Constantino Doxiádis

O projeto, chamado de Plano Doxiadis, mas também conhecido como “Plano Policromático”, foi concluído em 1963, porém só foi publicado em 1965, no final do governo de Carlos Lacerda. O sucessor, o governador Raphael de Almeida Guimarães, não colocou o projeto em prática. Em 1975, o Estado da Guanabara se fundiu com o Estado do Rio de Janeiro, e o Plano Doxiadis continuava no papel.

O cenário só foi revertido em 1992, 27 anos depois, quando o então governador Leonel Brizola começou a construção da primeira parte da Linha Vermelha: um trecho de 7 km entre São Cristóvão e a Ilha do Fundão. Em 1994, o segundo trecho, de 14km, foi inaugurado, ligando a Ilha do Fundão à Rodovia Presidente Dutra, na altura da cidade de São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Em 1995, o então prefeito César Maia iniciou a construção da segunda parte do Plano Doxiadis, com a construção da Linha Amarela em 3 lotes:

Lote 1 – Ligando a av. Ayrton Senna, na Barra, à av. Geremário Dantas, em Jacarepaguá

Lote 2 – Ligando a av. Geremário Dantas, à Rua Pernambuco, no Encantado

Lote 3 – Ligando a Rua Pernambuco à av. Novo Rio, em Bonssucesso

A Linha Verde começou a ser construída, com a av. Pastor Luther King Jr. (antiga av. Automóvel Clube) e o Túnel Noel Rosa, porém não passou disso.

A Linha Amarela só foi executada 30 anos depois

Tanto a Linha Vermelha quanto a Linha Amarela são vias importantíssimas para a cidade do Rio de Janeiro. Ambas as linhas desafogaram o trânsito, diminuíram o tempo de viagem entre pontos extremos do Rio, e ajudaram na urbanização da cidade.

Apesar disso, a cidade do Rio tem deficiência principalmente em ligação à zona oeste com o centro e a zona sul. Há somente uma via de ligação, a problemática Av. Brasil. Qualquer problema que haja nessa via, seja uma chuva, um carro quebrado ou simplesmente excesso de veículos, congestiona completamente a linha, e um trajeto que poderia ser feito em 30 minutos, acaba durando mais de duas horas.

Já a Linha Azul, ligando a Zona Sul à Barra da Tijuca, começo da Zona Oeste, facilitaria a ligação da Zona Oeste à Zona Sul, um trajeto demorado e complicado. Para ir da Zona Oeste à Zona Sul, é necessário fazer um grande e demorado tour pela cidade.

Com a construção da Linha Marrom, ligando o Centro à Santa Cruz, cortando toda a zona oeste, iria redistribuir o número de veículos trafegando na Av. Brasil, agilizando o trajeto e otimizando o tempo do trafegante.

A Av. Brasil constantemente está engarrafada

Além da agilização do trânsito na cidade, a conclusão do Projeto Doxiadis geraria vários empregos. Durante a construção da Linha Amarela, foram gerados mais de 5 mil empregos diretos, e mais de 15 mil indiretos.

A construção da Linha Amarela foi mais barata que a polêmica construção da Cidade da Música, que custou mais de R$ 500 milhões e foi inaugurada ainda incompleta. Sabemos que um povo não vive sem cultura, mas como o povo vai ter acesso à cultura, se não há estradas até ela? Fica a dica…