Filho de Edir Macedo simula masturbação em vídeo

Moysés Macedo publica vídeo onde simula masturbação e diz: “fodam-se”

Por Luan Borges

Em casa de ferreiro, o espeto é de pau. Moysés Macedo, filho de Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, publicou um vídeo no Youtube onde mostra o dedo, joga a bíblia pra cima e simula marturbar-se, uma prática condenada pela Universal.

Mikefoxx, como é conhecido, anda publicando uma série de vídeos polêmicos, onde, utilizando-se da expressão corporal e da linguagem não-verbal, critica a bíblia e a igreja de seu pai. Moysés é – ou pelo menos foi – cantor gostel e conseguiu emplacar duas músicas na novela “Chamas da Vida” e “Os Mutantes”, ambas da Rede Record. Tinha contrato com a Line Records, gravadora ligada à IURD.

Veja os vídeos:

Las duas caras de Doña Bella

A novela brasileira que fez sucesso no exterior ganha nova roupagem latina, completamente diferente do original

Por Luan Borges

Ana Jacinta de São José foi um personagem histórico brasileiro, uma das personalidades mais influêntes das Minas Gerais no século XIX, e viveu em Araxá, MG. Esta é Dona Beija, que teve sua vida retratada em dois livros: Dona Beija, a Feiticeira do Araxá, de Thomas Leonardo e A Vida em Flor de Dona Beija, de Agripa Vasconcelos. Os dois livros deram origem a telenovela Dona Beija, produzida pela extinta Rede Manchete em 1986 e reprisada em diversas ocasiões. A última em 2009, no SBT.

A novela foi vendida para todo o mundo, e fez bastante sucesso no mercado latinoamericano. Tanto sucesso que a novela ganhou uma nova versão em língua hispânica. Mas como refazer uma produção baseada em um personagem histórico brasileiro, que tem como plano de fundo um momento único para a nossa história, como a Inconfidência Mineira, o Movimento Republicano e Abolicionista? Simples: tira tudo isso.

É isso que acontece em Doña Bella, produzida pela colombiana RCN Televisión – a mesma que produziu Betty, a Feia –, para a hispano-americana TeleFutura. A nova versão de Dona Beija utiliza-se apenas da espinha dorsal da história, verdadeira, de Ana Jacinta de São José, demonstrando um total desrespeito das emissoras latinas não só com a história e a teledramaturgia brasileira, mas também com o público. Se perde do figurino, cenário, importância dramatúrgica, atuação e mais um pouco: se perde da verdadeira história.

Enquanto na versão brasileira Dona Beija é raptada por Mota, ouvidor do rei, e levada para a cidade de Paracatu e lá, para se vingar de seu sequestrador, se entrega ao bel prazer dos homens poderosos daquela região, em troca de jóias e ouro, que a deixa por ser chamado para o Rio de Janeiro pelo rei; na versão latina, Doña Bella é raptada por um mega empresário, estuprada e abandonada por ele.

Enquanto a nossa Dona Beija, após voltar para Araxá, é rejeitada por Antônio, já casado com outra mulher, Beija funda a histórica Chacará do Jatobá, um refinado bordel onde ela é a cortesã, a Doña Bella deles volta para Araxá – sim, a história deles se passa no Brasil –, é rejeitada por Antonio, já casado com outra, começa a se prostituir, sem lembrar o glamour de Dona Beija.

Doña Bella não passa nem perto da importância histórica e das peculiaridades da dramaturgia única da extinta Manchete. Lembra sim as mais melodramáticas produções da Televisa, cujo a sinopse parece ter surgido de mais um surto criativo de Inés Rodena. É usar a embalagem de um belo produto, pra vender um genérico de péssima qualidade.

Obama não resiste e dança com Thalía

mundo

Presidente dos EUA se rende aos encantos do furacão mexicano

Por Luan Borges
do Direto ao Ponto

O presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, não resistiu ao balanço da música latina da cantora e atriz Thalía e dançou junto com ela ao som de “Amor a la Mexicana” num evento transmitido nacionalmente pela PBS, emissora pública americana.

A “Fiesta Latina”, que homenageia os imigrantes latinos, aconteceu nesta terça-feira na Casa Branca. Veja o vídeo:

Thalía ficou conhecida internacionalmente ao protagonizar as novelas mexicanas “Maria Mercedes”, “Marimar” e “Maria do Bairro”.

Maitê Proença irrita portugueses no ‘Saia Justa’

midia

Atriz cria verdadeira ‘Saia Justa’ ao cuspir na fonte do Monsteiro dos Jerônimos em Portugal

Por Luan Borges
do Direto ao Ponto

Maitê Proença cospe em fonte portuguesa em seu programa

Maitê Proença cospe em fonte portuguesa em seu programa

A atriz Maitê Proença, que apresenta o programa “Saia Justa” no canal pago GNT ao lado de Betty Lago, Márcia Tiburi e Mônica Waldvogel, criou uma verdadeira Saia Justa na edição em que a atriz mostra o vídeo de sua viagem a nossa ex-metrópole.

No vídeo, Maitê ironiza Portugal a todo momento. Logo no começo, Maitê mostra a placa de um número 3 ao contrário, segundo ela, “para provar que está em Portugal”. Ao longo do vídeo, Maitê faz inúmeras referencias as ‘burrices’ dos portugueses, apesar de cometer algumas gafes de chamar o Rio Tejo de “mar”.

O vídeo termina com Maitê Proença cuspindo na fonte do Claustro do Monsteiro de Jerônimos, um patrimônio mundial protegido pela UNESCO.

O vídeo, que já foi exibido pelos canais SIC e RTP, causou revolta no povo português, que exige um pedido de desculpas da atriz. Uma petição online já conta com mais de 2 mil assinaturas.

Em entrevista ao site do jornal “O Globo”, Maitê pediu desculpas e diz que “tudo não passou de uma brincadeira”, porém ela diz que “está faltando humor nas pessoas”.

Veja o vídeo:

As várias faces do Pastor Pilão

tecnologia

Pastor vira hit na internet em vários remixes

Por Luan Borges

Era apenas um dos dezenas de programas evangélicos que parasitam a televisão brasileira. Mas com esse foi diferente: foi parar na internet e virou um dos vídeos com mais versões diferentes do Youtube brasileiro. O vídeo bruto se trata de um culto, onde, do nada, o pastor, identificado como “Plião”, começa a pregar em voz alta e dizer palavras sem sentido, e, do nada, começa a girar pelo altar.

Não demorou muito para que o vídeo ganhasse sua primeira versão: com o tema do personagem Lariat, do jogo “Street Fighter”. O personagem dá golpes girando, assim como o Pastor Pilão. O vídeo rodou a internet e já foi publicado em blogs como o Kibeloco. Logo em seguida, o vídeo ganhou novas versões com outros temas: Pião da Casa Própria, Mulher Maravilha, Dança da Manivela, He-Man, eletrônica…

O Direto ao Ponto selecionou as melhores versões para que você veja:

Guile Theme

Pião da Casa Própria

Mulher Maravilha

Roda a Roda

Sonic

Beyblade

Sidney Magal

Ballet

He-Man

Who’s Bad?

Dança da Manivela

Para ver mais vídeos do Pastor Pilão, procure no Youtube por “Pastor Pilão” e divirta-se.

Jornal Nacional coloca escalada sem edição no ar

midiaVersão sem edição da escalada foi ao ar e deixou âncora no vexame

Por Luan Borges

O erro aconteceu agora há pouco, e já está no Youtube. Na edição de hoje, 27/07, do Jornal Nacional, por um erro, a Globo levou ao ar a versão sem edição da escalada do jornal, as manchetes que são dadas no começo do jornal.

Nessa versão sem edição, Heraldo Pereira, que está substituindo William Bonner, é flagrado errando, pedindo desculpas e contraindo a boca. Logo após, o vídeo é cortado, e entra no ar, de surpresa, os âncoras ao vivo. Heraldo continua apresentando o jornal visivelmente nervoso.

Veja o vídeo:

Bate Forte o Tambor… em Russo!

tecnologia

Cantor russo grava versão russa de sucesso brasileiro

Por Luan Borges

Você se lembra do Grupo Carrapicho? Aqueles que cantavam “Bate forte o tambor, eu quero é tic, tic, tic tac”, lembrou? Então, um cantor russo, Murat Nasyrov, da República da Georgia, gravou essa brilhante versão em russo, e mistura o Grupo Carrapicho com a Família Addams.

A única  coisa que se sabe a respeito da música é que ela se chama “Malchik hochet v Tambov”, que significa “O Garoto quer ir pra Tambov”. Tambov é uma cidade da Rússia. O cantor se suicidou em 19 de janeiro de 2007, se jogando da sacada do prédio onde morava, após consumir LSD e bebida alcóolica.A família alega que ele foi vítima de um crime.

Mas, antes disso, deixou essa pérola para correr o mundo e imortalizá-lo como o “Carrapicho Russo”.