Programa de TV é acusado de leiloar joias roubadas

Mulher diz que suas joias roubadas foram postas à leilão no “Mil e Uma Noites”

Por Luan Borges

Uma mulher acusou o programa “Mil e Uma Noites” de leiloar joias que foram roubadas em seu apartamento, no Itaim-Bibi, bairro nobre de São Paulo, no último ano novo. Duas semanas depois, um parente tería visto as joias roubadas em um dos leilões do programa, que é gravado em Curitiba e transmitido pela CNT.

A Polícia Civil agora investiga se parte das joias roubadas em condomínios e mansões, normalmente em arrastões, são vendidas em programas de leilões como o “Mil e Uma Noites”, “TV Shopping Brasil” e “Medalhão Persa”. Todos são transmitidos de Curitiba.

A vítima disse à polícia que algumas peças foram feitas sob encomenda. O diretor do programa, Paulo Calluf, diz que as joias reconhecidas pela mulher são fabricadas em série. “Estamos há 15 anos produzindo programas de televendas. Nossa empresa é idônea”, assegura. O advogado de Calluf, Figueiredo Basto, disse que as joias do programa são adquiridas em leilões da Caixa Econômica Federal (CEF) e de fornecedores particulares. Ele argumenta que seu cliente “também é vítima, por ter adquirido um lote de joias com peças de origem ilícita.”

A Rede CNT emitiu um comunicado dizendo que “o programa ‘Mil e Uma Noites’ é uma produção independente. A Rede CNT ressalta que a empresa que prouz o programa é cliente da emissora há sete anos e nunca recebeu nenhuma reclamação”.

Anúncios

Televisão: As novelas latinas além do SBT

SBT foi pioneiro nas novelas estrangeiras, mas as outras emissoras foram atrás do pote de ouro latino-americano

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

Tudo começou com “Los Ricos También Lloran”, a primeira novela latina exibida no Brasil, pelo SBT, em 1983. De lá para cá, a emissora do Silvio Santos exibiu incontáveis novelas latinas, entre mexicanas, colombianas e argentinas. A novela latina mais recente exibida no SBT foi “Lalola”. Mas não foi só o SBT que exibiu novelas dos nossos hermanos latinoamericanos. Ambicionados pelas novelas a peso de banana e com ótima audiência, com exceção da Globo, todas as outras emissoras também foram atrás dessa fonte de sucesso.

Continuar lendo

Televisão: CNT estréia série mexicana amanhã

“S.O.S – Sexo y Otros Segredos” estréia amanhã na faixa especial da emissora

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

A CNT irá estrear nesta sexta (30) a série mexicana “S.O.S – Sexo y Otros Segredos”. A série será exibida graças a um acordo assinado entre a CNT e a Televisa, para que a emissora paranaense exiba produtos mexicanos em sua programação.

A série, que está em sua segunda temporada no México, conta a história de cinco amigas inseparáveis, porém três delas morrem. Por um erro na entrada delas no paraíso, é permitida uma segunda chance delas na Terra, com a condição de encontrarem o seu sentido na vida e dar um pouco de divertimento aos céus. “S.O.S”, como é chamada no México, é uma série repleta de mistério, drama, ação, terror e comédia.

O elenco da série é bem conhecido do público brasileiro. Duas da cinco amigas protagonizaram uma das novelas mexicanas de maior sucesso no Brasil. Susana González, que vive a personagem Tania, fez as novelas “Rosalinda”, “Amigas y Rivales” e “Feridas de Amor”. Já Chantal Andere, que vive Natalia, fez as novelas “Marimar”, no papel da vilã Angélica; “A Usurpadora”, como a perturbada Estefaní Bracho e “Amor Real”, como Antonia Morales.

A série será exibida pela CNT todas as sextas, às 22h30, depois do CNT Jornal com Salete Lemos.

TELEVISÃO: E lá volta a Televisa pra CNT

Está confirmado: a CNT exibirá no Brasil as novelas da Televisa. “Fonte de Amor”, já exibida pelo SBT como “Manancial” e “Sonhos e Caramelos”, novela infantil inédita, com a participação de Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha, da série “Chaves”.

Enquanto a CNT exibirá as tramas originais, a Record fará remakes das tramas, para consolidar o terceiro horário de novelas. As primeiras histórias que serão adaptadas são “A Outra” e “Rubí”. Inclusive, a Televisa não autorizou o SBT a reexibir a novela “A Outra” porque a Record fará o remake.

Na década de 90, a Televisa assinou um contrato com a CNT, porque o SBT não se interessava mais pelas novelas mexicanas. Foi quando a CNT começou uma forte ascenção na audiência, com a reprise de novelas já exibidas com sucesso pelo SBT, como “Simplesmente Maria” e “Meus 15 Anos”, além de novelas inéditas, como “Canavial de Paixões”, que em 2001 recebeu uma versão nacional pelo SBT.

“Sonhos e Caramelos” foi responsável pelo cancelamento do horário de novelas infantis da Televisa, tamanho o fracasso no México da novela. Já “Fonte de Amor”, ou “Manancial”, teve um relativo sucesso em sua terra natal, e aqui no Brasil também, exibida às 18h00 no SBT. Em agosto, a CNT irá exibí-la às 19h00.

TELEVISÃO: Ela voltou…

Depois de dois anos fora do ar, a Rede 21 está de volta ao ar. A “TV Aberta com cara de TV Paga” voltou ao ar depois do rompimento da parceria entre o Grupo Bandeirantes e a GameCorp, a empresa do filho do Lula, que deveria durar dez anos.

Mas, o que levou a Band a suspender essa parceria que parecia tão sólida? Segundo algumas fontes, uma mega-parceria entre a Rede Brasil e a CNT seria a “culpada”. Uma “união” entre as três emissoras. A Rede Brasil é uma emissora em UHF com grande número de produções próprias — coisa que a Rede 21 não tem — e tem um grande desejo de crescer. A Rede 21 tem a mesma vontade de crescer e uma coisa a mais, que a Rede Brasil não tem: dinheiro. A CNT já é relativamente grande, mas não esboça nenhuma reação para se firmar como uma grande emissora VHF, depois de algumas pequenas tentativas na década de 90 e em 2007.

Fazendo uma metáfora, seria como: a Rede Brasil quer crescer, tem braços, mas não tem pernas. A Rede 21 tem dinheiro pra comprar as pernas mas não os braços e a CNT quer alugar as suas pernas.

O fato é que a Rede 21, que já foi a maior rede em UHF, declinou muito. Com CNT ou sem, sucesso a Rede 21, que trouxe ao Brasil grandes séries como Seinfield e Sex and the City, e exibiu durante anos séries como The Nanny, Agente 86, Mad About You e Married With Children e que volte a ser aquela emissora do começo da década.

TV Fast News- 30/03/08

Jorge Kajuru ganha 100 mil no Nada Além da Verdade
O polêmico jornalista Jorge Kajuru levou o prêmio máximo do programa Nada Além da Verdade, apresentado por Sílvio Santos, no SBT. No programa, Kajuru declarou que acha o locutor Jorge Luís chato, que não entende de futebol, entre outras coisas. O programa foi o primeiro a ser gravado por Sílvio Santos.

Globo pode contratar Mariana Ferrão
A Globo pode desfalcar a Band em seu principal setor: o jornalismo. A jornalista Mariana Ferrão, âncora do Jornal da Band, pode ser a mais nova contratada da Globo, segundo boatos de alguns setores da Globo São Paulo, Diziam também que sexta-feira era a última edição dela à frente do Jornal da Band. Não há nada confirmado. Mariana divide a bancada com Joemir Betting e Ricardo Boechat. Coincidência ou não, no site da Band só consta o nome de Boechat como apresentador do telejornal.

Ratinho diz que volta com programa no SBT
Depois de dar uma polêmica entrevista reclamando publicamente de estar na geladeira do SBT, Carlos Massa, o Ratinho, disse em uma entrevista dada à Rádio Guaicurus, de Porto Murtinho (MS), que o “Programa do Ratinho” deve voltar com uma nova roupagem. Anteriormente, Ratinho disse que Sílvio Santos lhe propôs apresentar o “Aqui Agora”, proposta recusada por ele. “Se ele não quer baixaria, não quer DNA, eu faço mais pro lado humorístico”, disse Ratinho, em uma entrevista anterior.

Salete Lemos vai para a CNT
A jornalista Salete Lemos, que quase foi contratada pelo SBT para fazer uma coluna no “Aqui Agora”, assinou com a CNT, emissora de TV curitibana. A contratação de Salete Lemos faz parte do plano de reestruturação da emissora, que voltou a investir em programação própria desde que deixou de exibir os programas da TVJB. Salete vai comandar a volta do CNT Jornal, telejornal noturno da emissora.

RR Soares continuará com seu programa na Band
RR Soares continua na Band. Essa é a informação que ronda os corredores da emissora do Morumbi. A Band, que esse ano lança uma série de novas atrações para roubar o 3º lugar do SBT, iria romper o contrato de locação do horário para a Igreja da Graça, do Missionário RR Soares. No horário, entraria no lugar um programa diário comandado por Milton Neves, recém-contratado da emissora.

Galisteu deverá comandar “10 Anos mais Jovem” no SBT
Adriane Galisteu, que tem contrato com o SBT até 30 de setembro, voltou na quarta-feira sem saber do seu destino na emissora. Por enquanto ela continua na geladeira, e com um agravante: o bispo Homilton Gonçalves, diretor da Rede Record, não perdoou sua recisão contratual em 2005, quando Galisteu deixou a Record pelo SBT sem aviso. Nos corredores do SBT, comenta-se que Sílvio Santos, que estava nos EUA, se interessou pelo formato do programa “10 Anos mais Jovem”, que mostra casos de pessoas que não tratam de sua beleza e tem problemas com isso, e trata-o com soluções simples. No Brasil, a versão americana é exiba pelo Discovery Home & Health