Programa de TV é acusado de leiloar joias roubadas

Mulher diz que suas joias roubadas foram postas à leilão no “Mil e Uma Noites”

Por Luan Borges

Uma mulher acusou o programa “Mil e Uma Noites” de leiloar joias que foram roubadas em seu apartamento, no Itaim-Bibi, bairro nobre de São Paulo, no último ano novo. Duas semanas depois, um parente tería visto as joias roubadas em um dos leilões do programa, que é gravado em Curitiba e transmitido pela CNT.

A Polícia Civil agora investiga se parte das joias roubadas em condomínios e mansões, normalmente em arrastões, são vendidas em programas de leilões como o “Mil e Uma Noites”, “TV Shopping Brasil” e “Medalhão Persa”. Todos são transmitidos de Curitiba.

A vítima disse à polícia que algumas peças foram feitas sob encomenda. O diretor do programa, Paulo Calluf, diz que as joias reconhecidas pela mulher são fabricadas em série. “Estamos há 15 anos produzindo programas de televendas. Nossa empresa é idônea”, assegura. O advogado de Calluf, Figueiredo Basto, disse que as joias do programa são adquiridas em leilões da Caixa Econômica Federal (CEF) e de fornecedores particulares. Ele argumenta que seu cliente “também é vítima, por ter adquirido um lote de joias com peças de origem ilícita.”

A Rede CNT emitiu um comunicado dizendo que “o programa ‘Mil e Uma Noites’ é uma produção independente. A Rede CNT ressalta que a empresa que prouz o programa é cliente da emissora há sete anos e nunca recebeu nenhuma reclamação”.

Televisão: As novelas latinas além do SBT

SBT foi pioneiro nas novelas estrangeiras, mas as outras emissoras foram atrás do pote de ouro latino-americano

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

Tudo começou com “Los Ricos También Lloran”, a primeira novela latina exibida no Brasil, pelo SBT, em 1983. De lá para cá, a emissora do Silvio Santos exibiu incontáveis novelas latinas, entre mexicanas, colombianas e argentinas. A novela latina mais recente exibida no SBT foi “Lalola”. Mas não foi só o SBT que exibiu novelas dos nossos hermanos latinoamericanos. Ambicionados pelas novelas a peso de banana e com ótima audiência, com exceção da Globo, todas as outras emissoras também foram atrás dessa fonte de sucesso.

Continuar lendo

Televisão: CNT estréia série mexicana amanhã

“S.O.S – Sexo y Otros Segredos” estréia amanhã na faixa especial da emissora

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

A CNT irá estrear nesta sexta (30) a série mexicana “S.O.S – Sexo y Otros Segredos”. A série será exibida graças a um acordo assinado entre a CNT e a Televisa, para que a emissora paranaense exiba produtos mexicanos em sua programação.

A série, que está em sua segunda temporada no México, conta a história de cinco amigas inseparáveis, porém três delas morrem. Por um erro na entrada delas no paraíso, é permitida uma segunda chance delas na Terra, com a condição de encontrarem o seu sentido na vida e dar um pouco de divertimento aos céus. “S.O.S”, como é chamada no México, é uma série repleta de mistério, drama, ação, terror e comédia.

O elenco da série é bem conhecido do público brasileiro. Duas da cinco amigas protagonizaram uma das novelas mexicanas de maior sucesso no Brasil. Susana González, que vive a personagem Tania, fez as novelas “Rosalinda”, “Amigas y Rivales” e “Feridas de Amor”. Já Chantal Andere, que vive Natalia, fez as novelas “Marimar”, no papel da vilã Angélica; “A Usurpadora”, como a perturbada Estefaní Bracho e “Amor Real”, como Antonia Morales.

A série será exibida pela CNT todas as sextas, às 22h30, depois do CNT Jornal com Salete Lemos.

TELEVISÃO: E lá volta a Televisa pra CNT

Está confirmado: a CNT exibirá no Brasil as novelas da Televisa. “Fonte de Amor”, já exibida pelo SBT como “Manancial” e “Sonhos e Caramelos”, novela infantil inédita, com a participação de Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha, da série “Chaves”.

Enquanto a CNT exibirá as tramas originais, a Record fará remakes das tramas, para consolidar o terceiro horário de novelas. As primeiras histórias que serão adaptadas são “A Outra” e “Rubí”. Inclusive, a Televisa não autorizou o SBT a reexibir a novela “A Outra” porque a Record fará o remake.

Na década de 90, a Televisa assinou um contrato com a CNT, porque o SBT não se interessava mais pelas novelas mexicanas. Foi quando a CNT começou uma forte ascenção na audiência, com a reprise de novelas já exibidas com sucesso pelo SBT, como “Simplesmente Maria” e “Meus 15 Anos”, além de novelas inéditas, como “Canavial de Paixões”, que em 2001 recebeu uma versão nacional pelo SBT.

“Sonhos e Caramelos” foi responsável pelo cancelamento do horário de novelas infantis da Televisa, tamanho o fracasso no México da novela. Já “Fonte de Amor”, ou “Manancial”, teve um relativo sucesso em sua terra natal, e aqui no Brasil também, exibida às 18h00 no SBT. Em agosto, a CNT irá exibí-la às 19h00.

TELEVISÃO: Ela voltou…

Depois de dois anos fora do ar, a Rede 21 está de volta ao ar. A “TV Aberta com cara de TV Paga” voltou ao ar depois do rompimento da parceria entre o Grupo Bandeirantes e a GameCorp, a empresa do filho do Lula, que deveria durar dez anos.

Mas, o que levou a Band a suspender essa parceria que parecia tão sólida? Segundo algumas fontes, uma mega-parceria entre a Rede Brasil e a CNT seria a “culpada”. Uma “união” entre as três emissoras. A Rede Brasil é uma emissora em UHF com grande número de produções próprias — coisa que a Rede 21 não tem — e tem um grande desejo de crescer. A Rede 21 tem a mesma vontade de crescer e uma coisa a mais, que a Rede Brasil não tem: dinheiro. A CNT já é relativamente grande, mas não esboça nenhuma reação para se firmar como uma grande emissora VHF, depois de algumas pequenas tentativas na década de 90 e em 2007.

Fazendo uma metáfora, seria como: a Rede Brasil quer crescer, tem braços, mas não tem pernas. A Rede 21 tem dinheiro pra comprar as pernas mas não os braços e a CNT quer alugar as suas pernas.

O fato é que a Rede 21, que já foi a maior rede em UHF, declinou muito. Com CNT ou sem, sucesso a Rede 21, que trouxe ao Brasil grandes séries como Seinfield e Sex and the City, e exibiu durante anos séries como The Nanny, Agente 86, Mad About You e Married With Children e que volte a ser aquela emissora do começo da década.