Filho de Edir Macedo simula masturbação em vídeo

Moysés Macedo publica vídeo onde simula masturbação e diz: “fodam-se”

Por Luan Borges

Em casa de ferreiro, o espeto é de pau. Moysés Macedo, filho de Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, publicou um vídeo no Youtube onde mostra o dedo, joga a bíblia pra cima e simula marturbar-se, uma prática condenada pela Universal.

Mikefoxx, como é conhecido, anda publicando uma série de vídeos polêmicos, onde, utilizando-se da expressão corporal e da linguagem não-verbal, critica a bíblia e a igreja de seu pai. Moysés é – ou pelo menos foi – cantor gostel e conseguiu emplacar duas músicas na novela “Chamas da Vida” e “Os Mutantes”, ambas da Rede Record. Tinha contrato com a Line Records, gravadora ligada à IURD.

Veja os vídeos:

Anúncios

Universal promove boicote à Rede Globo

universal

Universal pede aos fiés que “não assistam a Rede Globo”

Por Luan Borges

Nessa madrugada, a Universal promoveu boicote à Rede Globo

Nessa madrugada, a Universal promoveu boicote à Rede Globo

“Não assistam a Rede Globo, bloqueem esse canal da sua TV!”, foi assim que ontem o “Fala Que Eu Te Escuto”, produzido pela Igreja Universal do Reino de Deus e transmitido durante as madrugadas da Rede Record iniciou a chamada “Vigília da Resposta à perseguição da TV Globo”. Links com templos de todos os estados, chamados de “Templo Maior”, com depoimentos de pessoas que, segundo eles, tiveram suas vidas salvas graças à Universal.

As histórias, indiferente a região do Brasil, eram sempre as mesmas: casais que brigavam muito, maridos que tinham vicios e, principalmente, eram pobres. Enquanto a esposa chorava durante uma madrugada, ligou a televisão na Record e viu um pastor falando e decidiu ir para a Igreja Universal. Quando ingressaram na Universal, suas vidas mudaram: os maridos deixaram os vícios, as portas se abriram e, o mais importante, ficaram ricos. No final dos depoimentos, as pessoas dizem que não assistem mais a Rede Globo.

“Só voltarei a assistir a Globo quando ela reconhecer o Senhor Jesus como único Senhor e Salvador”, disse uma fiel de Salvador. E os depoimentos de repúdio a Rede Globo por parte dos fieis da Universal se repetiram por todo o Brasil, acompanhados por aplausos de uma plateia de fiéis.

No final do programa, o apresentador do programa rezou pelos donos da Rede Globo. Depois do programa, continuou a maratona de programas religiosos regularmente.

A vigília e o boicote mostra que a Universal está desesperada com o medo dos fiéis se revoltarem contra a igreja, já que, apesar da Record e da Universal falarem que a Globo está atacando os fiéis, a emissora apenas noticia as denúncias do Ministério Público contra Edir Macedo e sua “quadrilha” formada por outros nove membros da igreja.

Ah, curiosamente, o programa “Fala Que Eu Te Escuto” marcou 2 pontos, contra 4 do SBT e 7 da Globo.

Silas Malafaia ataca Universal e Rede Record

universal

Líder da Assembleia de Deus atacou a Igreja Universal pela “Guerra da TV”.

Por Luan Borges

Pastor Silas Malafaia atacou Universal em seu programa (foto: Arquivo)

Pastor Silas Malafaia atacou Universal em seu programa (foto: Arquivo)

“Como é que uma igreja investe milhões numa TV só pra ganhar audiência?”. Foi com essa frase que Pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus, maior igreja pentecostal do Brasil, começou seu discurso improvisado que durou 9 minutos contra a Igreja Universal do Reino de Deus, a Rede Record de Televisão e seu líder, Bispo Edir Macedo. O posicionamento de Silas Malafaia contra a Universal já era esperado, e foi adiantado ontem pelo Direto ao Ponto, no artigo “A mídia contra a Universal“.

Malafaia se disse imbuído “por Deus” para defender os evangélicos do que ele chamou de “Guerra da TV”. No discurso, o pastor comparou a Record com um império do mal. Nos ataques, a Globo foi poupada.

“Lúcifer, Satanás… Eles caíram por três motivos, irmão: soberba, multiplicação do seu comércio e poder. Eu estou vendo a história se repetir com vocês”, disse Malafaia à Edir Macedo. “Vocês estão perdendo o foco como igreja”, esbravejou. Malafaia se referia ao fato da Universal se direcionar mais à arrecadação de dinheiro do que a divulgação da palavra de Deus.

Malafaia ainda disse que Edir Macedo não vai usar a comunidade evangélica por causa de “problemas emocionais”. “A comunidade evangélica não vai ser jogada numa guerra porque alguém que tem um problema emocional não resolvido, de ódio, porque foi perseguido lá atrás… e agora, a todo custo, quer quebrar o concorrente, quer fazer uma guerra.”

Silas Malafaia ainda diz porque não defenderá a Igreja Universal e a Rede Record da Rede Globo como fez em 1995: “Lá atrás, quando eu defendi vocês, nós tínhamos um ideal, porque a outra emissora era imoral, era contra a família, e qual é a diferença hoje?”

No final do discurso, Malafaia se desculpa: “Não me levem a mal, vos amo, é por isso que estou dando este alerta.”

A Igreja Universal do Reino de Deus não foi encontrada. A Record não quis comentar sobre o assunto.

A Mídia contra a Universal

universal

Os maiores veículos da mídia se opõem a Igreja Universal, que está sozinha

Por Luan Borges

Globo acusa Record (foto: BBB Lua)

Globo acusa Record (foto: BBB Lua)

Nessa semana a mídia bombardeou a Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo, depois do Ministério Público de São Paulo ter feito acusações de desvio de verba e lavagem de dinheiro. As denúncias, que foram acolhidas pela 9ª Vara Criminal de São Paulo, logo estamparam as capas dos dois maiores jornais do país: O Globo e a Folha de São Paulo. As denúncias só confirmavam o que todos nós já sabíamos: o dinheiro doado por fiéis à Igreja Universal do Reino de Deus são utilizados pela Rede Record de Televisão e outras empresas de Edir Macedo.

De ontem pra hoje a notícia tomou o mundo. A notícia de fraude da Universal estamparam os sites dos maiores jornais do mundo, como o New York Times (EUA), El Clarín (Argentina), Diário de Notícias (Portugal) e até do Japão. A Igreja Universal tem unidades em todos esses países.

Como forma de se defender, a Igreja Universal reafirmou seu vínculo com a Rede Record e através do principal jornal da emissora, o Jornal da Record defendeu a Igreja Universal e na edição de hoje, quarta-feira, atacou a Rede Globo usando casos antigos, como o acordo com o Grupo Time-Life, a eleição de Collor e o escândalo da Proconsult.

Edson Celulari viveu Mariel Batista que retratava Edir Macedo

Edson Celulari viveu Mariel Batista que retratava Edir Macedo em 1995 (Foto: Teledramaturgia)

A guerra entre Globo e Record não é novidade. O último ‘roud’ expressivo dessa batalha foi por volta de 1995, quando a Rede Globo exibiu imagens de Edir Macedo ensinando aos pastores como extorquir dinheiro dos fiéis, quando o bispo disse a famosa frase “ou dá ou desce” e “Dez Mil, traz aqui!”, se referindo ao Cajado de Moisés. Nessa época, a Globo chegou a produzir uma minissérie, chamada “Decadência”, retratando Edir Macedo e a Igreja Universal.

Da primeira vez, a Igreja Universal teve o apoio de outras igrejas protestantes, como a Assembléia de Deus, de Silas Malafaia, porque a Universal alegava ‘perseguição religiosa. Agora, todas as igrejas estão contra a Igreja Universal. As igrejas afirmam que não concordam com a forma que a Universal pede doações dos fiéis.

Os maiores jornais estão se posicionando contra a Igreja Universal e a Rede Record. O jornal Estado de São Paulo publicou hoje novas denúncias contra a igreja. A revista Veja traz estampado em seu site notícias sobre as acusações e indica no acervo digital da revista matérias antigas sobre fraudes da Igreja Universal. Não há dúvidas que na edição de domingo o caso esteja estampado na revista, inclusive com novas denúncias.

Diploma de dizimista assinado por "Sr. Jesus Cristo"

Diploma de dizimista assinado por "Sr. Jesus Cristo" (Foto: @derekshep)

O SBT discretamente, também tomou partido contra a Record/Universal. Por dois dias, os telejornais da emissora destacaram o caso. Na edição de hoje, a emissora entrevistou dois ex-fiéis que afirmaram que foram extorquidos e perseguidos por fiéis da igreja. A emissora também falou do caso do Diploma de Dizimista assinado pelo “Sr. Jesus Cristo”. O jornal ainda entrevistou um ex-obreiro da Igreja, que disse que se desligou depois que participou da chamada “Fogueira Santa de Israel”, quando um pastor pediu para ir no mercado comprar um óleo qualquer para dizer que era o “Santo Óleo de Israel”.

A Universal está sozinha e atacada por todos os lados. Com a Record sendo ameaçada em audiência pelo SBT, a única atração que sustenta a vice-liderança da emissora é A Fazenda, que está próxima do fim, usada e abusada em toda a programação. A Igreja Universal está combalida, e sua estrutura interna já está abalada: com disputas internas e com a saúde de Edir Macedo supostamente fragilizada.

Salário de Gugu é pago com dízimo da Universal

Salário de Gugu é pago com dízimo da Universal (Foto: Arquivo)

Será que dessa vez a Igreja Universal escapa impune e ilesa dessas acusações? O esquema está a mostra, só não ver quem quer, ou quem tem os olhos tapados. Todos nós sabemos que o Império Record foi montado com o dinheiro dos fiéis da Universal do mundo inteiro. Contratos milionários, como o de Gugu Liberato, que recebe R$3 milhões por mês são mantidos pelo dinheiro extorquido dos fiéis. É fato que a Record tem um poder financeiro absurdo graças à Universal que, por pura incompetência, não têm mais refletido na audiência. A Record diz que ameaça a liderança da Globo, o que de fato não é verdade. Os números do Ibope comprovam que na média-dia em São Paulo a Rede Globo lidera na audiência com 20 pontos, enquanto a Record chega a, no máximo 7 e o SBT 6 pontos.

É bom deixar claro que a nossa intenção não é defender a Rede Globo, mas sim mostrar os fatos, que as acusações da Rede Globo não é por causa de audiência como a Record afirma, mas sim porque a Record usa meios sujos para se manter e disputar a audiência na TV. É claro que a Globo não é santa, longe disso, a Globo leva vantagens sim nessas denúncias, mas isso não diminui e nem ameniza a culpa da Record e da Universal no caso.

Vamos acompanhar os próximos capítulos da guerra Folha/Estadão/Globo/SBT x Record/Universal. Os mais poderosos irão ganhar. Quem tem mais poder?

Ministério Público acusa Igreja Universal de lavagem de dinheiro

brasil

Edir Macedo e mais nove são denunciados pelo crime. A Record está envolvida

Por Luan Borges
Com informações da Folha de S. Paulo e de O Globo

Edir Macedo e mais nove da IURD viram reús (foto: Arquivo)

Edir Macedo e mais nove da IURD viram reús (foto: Arquivo)

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, Edir Macedo Bezerra e mais nove integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus foram acusados de desvio, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha pelo Ministério Público Estadual de São Paulo. As denúncias foram aceitas pelo juíz da 9ª Vara Criminal de São Paulo, Glaucio Roberto Brittes de Araújo.

Além de Edir Macedo, foram acusados: Alba Maria da Costa, Edilson da Conceição Gonzales, Honorilton Gonçalves da Costa (que também ocupa um cargo importante na TV Record), Jerônimo Alves Ferreira, João Batista Ramos da Silva, João Luís Dutra Leite, Maurício Albuquerque e Silva, Osvaldo Scriorilli e Veríssimo de Jesus.

Todos são acusados a usar há cerca de 10 anos se utilizar a Igreja Universal e do dinheiro arrecadado pelos fiéis em detrimento da própria entidade e seus seguidores. A Igreja Universal, por meio de uma nota, negou as acusações.

O Ministério Público mostra que, somando transferências atípicas e depósitos bancários feitos por pessoas ligadas à Universal, a Igreja Universal movimentou de março a 2001 a março de 2008 mais de R$ 8 bilhões. A movimentação considerada suspeita soma mais de R$ 4 bilhões, feita de 2003 a 2008. O dinheiro teria sido usado para comprar emissoras de rádio e TV, financeiras, agências de turismo e jatinhos.

O esquema

Durante 2005 e 2008, a Unimetro Empreendimentos (que é utilizada pela Universal para administrar imóveis) e a Cremo Empreendimentos receberam cerca de R$ 71 milhões da Universal. As empresas, que de acordo com a denúncia são de fachada e operam no mesmo endereço, mandavam o dinheiro para duas empresas em paraísos fiscais, que voltavam ao Brasil como empréstimos para pessoas físicas ligadas à Igreja Universal, que serviam para a compra de empresas

Além de desvio e lavagem de dinheiro, o MP de São Paulo acusa Edir Macedo de usar laranjas na compra de emissoras de rádio e TV que hoje compõe a Rede Record de Televisão. Em alguns casos, Edir Macedo teria fraudado procurações assinadas pelos laranjas e, posteriormente, transferir as ações para seu próprio nome.

O livro “O Bispo”, a biografia autorizada de Edir Macedo, trás um depoimento do próprio Edir Macedo, que revela que usou laranjas na compra da TV Record em 1989 de Silvio Santos. O blog Direto ao Ponto mostrou o trecho, onde Edir Macedo se gaba de ter enganado Silvio, usando Laprovita Vieira, pastor da igreja e ex-deputado, como laranja da operação.

A MP também acusa o grupo de obrigar os fiéis a doarem dinheiro para a Igreja como por dar transparência legal as transações feitas pelas empresas. Um desses fiéis, que sofre de problemas mentais, chegou a doar todo o seu salário, fazer um empréstimo bancário e vender um terreno por um preço irrisório para doar o dinheiro para a Igreja Universal. Em troca, recebeu uma “chave do céu” e um “diploma de dizimista”, assinado por ninguém menos que o “Sr. Jesus Cristo”.

Defesa

A Igreja Universal do Reino de Deus se defende dizendo que as contas da Unimetro Empreendimentos e Cremo Empreendimentos foram aprovadas pelo Ministério da Fazenda. Nas duas empresas, ninguém quis comentar sobre o caso. A TV Record não se manifestou sobre o assunto.

COTIDIANO: Edir Macedo pede ‘Dízimo Virtual’

Bispo pede ajuda para manter seu blog. Segundo ele, mensalmente é gasto R$107.622.

Por Luan Borges
Direto ao Ponto

Edir Macedo, com Lula, no lançamento da Record News

Edir Macedo, com Lula, no lançamento da Record News

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record, bispo Edir Macedo, pediu em seu blog na internet uma “ajuda de custo” aos seus fiéis-internatuas para que ele possa manter o espaço virtual.

Nas contas do próprio bispo, seu portal virtual gasta mensalmente, somado os gastos com servidor, salário de funcionários, hospedagem de imagens e água, luz e telefone, a quantia de R$107.622,00.

Edir Macedo ainda isenta da cobrança quem o ajuda em sua rádio, a Rede Aleluia. “Não quero colocar mais um peso sobre você”, afirma Edir Macedo. Para quem não ajuda a sua rádio a se manter, a doação para manter seu blog deve ser feita através do site da Arca Universal, o portal multimídia da Igreja Universal, ou em depósito bancário no nome da Igreja.

Edir Macedo é proprietário de diversas emissoras de rádio e TV em todo o mundo. No Brasil, Macedo é proprietário da Rede Record, Rede Família, Record News, Rádio Record, Rede Aleluia de Rádio, da gravadora Line Records e da gráfica Universal Produções. No mundo, Edir Macedo é dono da TV Record Portugal e a TV Miramar, de Moçambique, na África. A Igreja Universal está presente em mais de 170 países, tem mais de 50 mil templos espalhados pelo mundo.

Segundo a Revista Veja, a mansão de Edir Macedo em Campos do Jordão está avaliada em R$6 milhões, embora o bispo resida no exterior. A Rede Record é a vice-líder em faturamento, contando com a venda das madrugadas para a IURD, já que a emissora tem a madrugada mais cara do mundo!

Além de todo esse lucro, toda essa fortuna, Edir Macedo pede apenas um auxílio para que seja mantido o seu blog. Tem algumas coisas que não estão explicadas:

Qual o servidor que custa essa fortuna? O servidor da Nasa?

Se a quantia arrecada ultrapassar o necessário, o que o bispo fará? Aviãozinho de dinheiro?

Edir Macedo não poderia migrar para um servidor gratuito, como o WordPress ou o Blogspot?

Esse caso é um tapa na cara da honestidade e da ética. A Igreja Universal do Reino de Deus é o cúmulo da charlatanice, da cara-de-pau, da sem-vergonhice. Será que não tem ninguém neste país que vê que, não só essa, mas a maioria das igrejas evangélicas, são pega-trouxas, só servem para sugar o dinheiro do necessitado? É lamentável.

Bispo Edir Macedo é indiciado por fraude

O fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record de Televisão, bispo Edir Macedo, foi indiciado por fraude pela Polícia Federal, num inquérito instaurado pela PF em Itajaí, Santa Catarina, sob suspeita de fraudar uma procuração para retirar do ex-bispo Marcelo Nascente Pires as ações da TV Record Itajaí, atual RIC TV Itajaí, afiliada da Rede Record em Itajaí.

O delegado federal Annibal Wust do Nascimento Gaya viu indícios da prática de crimes, como falsidade ideológica e uso de documentos falsos para a transferencia acionária sem que Pires saiba.

O bispo Edir Macedo não foi ouvido pelo delegado, pois mora nos Estados Unidos.

O ex-bispo Marcelo Pires era um dos homens de confiança de Edir Macedo e comprou as ações da antiga RCE TV, transformando-a em TV Record Itajaí.

Pires declarou ao delegado que foi sócio da TV Record Itajaí até 2001, quando foi apresentada a procuração na Junta Comercial de Santa Catarina, com dados que não correspondiam a sua vontade. Pries disse também que não recebeu nada em troca das ações que lhe foram roubadas, e que após ter se desligado da Universal, foi surpreendido com a retirada de seu nome do quadro de sócios da emissora.

O inquerito começou na Justiça Federal de São Paulo, para apurar se havia socios ocultos na TV Record Itajaí ligado à Igreja Universal. O pastor Honorilton Gonçalves da Costa, superintendente artístico da Rede Record em São Paulo e proprietário da TV Record Itajaí disse ao delegado que a Igreja Universal é um cliente da emissora e que não havia sócio oculto.

A verdade é que nesse angu tem caroço até o fundo, e que há muita irregularidade envolvendo a compra da Rede Record pela Igreja Universal do Reino de Deus, desde sua compra em 89, até as mais recentes aquisições, como a TV Guaíba. Se há tanta suspeita de irregularidade nessas compras, não é a toa.